FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Conflitos de interesse em metanálises de ensaios clínicos de intervenções farmacológicas

Autor:

Rodrigo Díaz Olmos

Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de são Paulo (FMUSP). Diretor da Divisão de Clínica Médica do Hospital Universitário da USP. Docente da FMUSP.

Última revisão: 20/12/2011

Comentários de assinantes: 0

Área de atuação: Medicina Ambulatorial, Medicina de Emergência e Medicina Intensiva

 

Especialidade: Ética Médica, Medicina de Família e Comunidade, Medicina Interna, Oncologia, Cardiologia, Pneumologia, Endocrinologia e Gastrenterologia.

  

Resumo

Estudo mostrando que raramente as metanálises de ensaios clínicos de intervenções farmacológicas relatam os conflitos de interesse dos autores dos ensaios clínicos individuais incluídos na metanálise.

 

Contexto clínico

A divulgação de conflitos de interesse (vide Glossário) relacionados ao financiamento de estudos pela indústria farmacêutica e das relações financeiras entre autores e indústria tem sido recomendada para ensaios clínicos controlados publicados em revistas biomédicas. Entretanto, não se solicita dos autores de metanálises a divulgação dos conflitos de interesse dos relatos originais dos ensaios clínicos randomizados incluídos no estudo. Sabendo-se que a maioria das recomendações baseadas em evidências publicadas em consensos e diretrizes (guidelines) são provenientes de metanálises, e que estas recomendações têm um grande impacto na prática clínica de um grande número de médicos ao redor do mundo, é de extrema importância o conhecimento dos possíveis conflitos de interesse por trás da confecção de metanálises.

 

O estudo

Trata-se de um estudo cujo objetivo foi investigar se metanálises de tratamentos farmacológicos publicadas em revistas médicas de alto fator de impacto divulgam os conflitos de interesse revelados nos ensaios clínicos incluídos. Os autores selecionaram as três metanálises mais recentes sobre tratamentos farmacológicos patenteados, publicadas de janeiro a outubro de 2009 em cada revista de medicina geral com um fator de impacto de pelo menos 10; em revistas de alto impacto em cada uma de 5 especialidades médicas com as maiores vendas globais em 2008 (oncologia, cardiologia, pneumologia, endocrinologia e gastrenterologia) e na base de dados de revisões sistemáticas da Cochrane (Cochrane Database of Systematic Reviews). Dois investigadores extraíram os dados sobre o financiamento dos estudos revelado nos artigos originais, as ligações financeiras entre autores e indústria revelados nos estudos e sobre os vínculos empregatícios dos autores de cada metanálise, de cada ensaio clínico incluído em cada metanálise e se as metanálises relatavam os conflitos de interesse revelados nos ensaios clínicos incluídos.

Das 29 metanálises revisadas, que incluíram 509 ensaios clínicos, apenas 2 (7%) revelaram as fontes de financiamento dos ensaios clínicos incluídos e nenhuma revelou as ligações dos autores dos ensaios clínicos com a indústria nem os vínculos empregatícios com a indústria farmacêutica. Dos 318 ensaios clínicos incluídos nas metanálises que divulgaram suas fontes de financiamento, 219 (69%) foram financiados pela indústria e 91 ensaios clínicos (69%) dos 132 que divulgaram as ligações financeiras dos autores tinham um ou mais autores com ligações financeiras com a indústria farmacêutica. Em 7 das 29 metanálises revisadas, 100% dos ensaios clínicos incluídos tinham pelo menos uma forma de relato de conflitos de interesse (financiamento pela indústria, ligações financeiras entre autores e indústria ou vínculo empregatício dos autores), entretanto apenas uma destas 7 metanálises relatou as fontes de financiamento dos ensaios clínicos incluídos e nenhuma relatou ligações financeiras entre autores e indústria ou vínculo empregatício.

Os autores concluem que, entre um grupo de metanálises de intervenções farmacológicas publicadas em revistas médicas de alto impacto, as informações referentes ao financiamento dos estudos incluídos e aos conflitos de interesse dos autores dos estudos incluídos foram raramente divulgadas.

 

Aplicações para a prática clínica

Este estudo é de extrema importância para a prática médica em geral e para o meio acadêmico em particular. O movimento da medicina baseada em evidências tem ganhado cada vez mais força globalmente, mas há que se discutir as questões ligadas aos conflitos de interesse financeiros que perpassam as conclusões científicas dos estudos clínicos e, por conseguinte, das metanálises. A divulgação dos conflitos de interesse tem ocorrido de forma razoavelmente satisfatória na maioria dos ensaios clínicos individuais, entretanto, como mostra o presente estudo, isto raramente tem ocorrido de forma adequada nas metanálises. Este fato é particularmente problemático se lembrarmos que as metanálises estão no topo da pirâmide de força de evidências amplamente divulgada pelo movimento da medicina baseada em evidências e que, em virtude disto, fornecem as “melhores” evidências para serem incluídas em diretrizes e consensos, e que estes, por sua vez, são a base para a tomada de decisões, muitas vezes sem crítica, de um grande contingente de profissionais de saúde ao redor do mundo, inclusive pautando políticas públicas e investimentos de grande monta. Por outro lado, o meio acadêmico, com poucas exceções, ao invés de denunciar a existência destes conflitos de interesse e estimular sua ampla divulgação, acaba sendo cúmplice deste processo, uma vez que os autores destas metanálises quase sempre estão ligados a alguma instituição de ensino superior ou pesquisa5. Desta forma, é imprescindível conhecer os conflitos de interesse por trás das metanálises de ensaios clínicos de tratamentos farmacológicos e este estudo é um marco neste aspecto, merecendo todo nosso reconhecimento.

 

Glossário

Conflito de interesse: de acordo com Thompson2, é um conjunto de condições nas quais o julgamento profissional a respeito de um interesse primário (como o bem-estar de um paciente ou a validade de uma pesquisa) tende a ser indevidamente influenciado por um interesse secundário (como um ganho financeiro). Os conflitos de interesse são problemáticos não apenas por estarem amplamente disseminados, mas porque muitas pessoas incorretamente acreditam que sucumbir a eles se deve a um tipo de corrupção ou má fé intencional e que, portanto, seria um problema apenas para poucos indivíduos de caráter duvidoso3. Entretanto, há evidências de que sucumbir a um conflito de interesse é uma situação que mais provavelmente resulta de uma tendenciosidade (viés) não intencional, inconsciente. Existem inúmeros tipos de conflito de interesse, sendo os de ordem econômica os mais lembrados, mas há conflitos de interesse não econômicos4 como, por exemplo, os religiosos. Uma revisão sistemática avaliando a relação de pesquisas financiadas pela indústria farmacêutica e seus resultados mostrou que a associação financeira entre instituições acadêmicas, pesquisadores e indústria farmacêutica estava ligada a resultados de pesquisa favoráveis à indústria5.

 

Bibliografia

1.     Roseman M, Milette K, Bero LA, Coyne JC, Lexchin J, Turner EH, Thombs BD. Reporting of conflicts of interest in meta-analyses of trials of pharmacological treatments. JAMA 2011;305(10):1008-17 [Link para o Artigo Completo] (Fator de impacto: 31.718).

2.     Thompson DF. Understanding financial conflicts of interest. N Engl J Med 1993; 329:573-6. [Link para o Abstract]

3.     Cain DM, Detsky AS. Everyone’s a little bit biased (even physicians). JAMA 2008; 299(24):2893-5. [Link para o Abstract]

4.     The PLoS Medicine Editors. Making sense of non-financial competing interests. PLoS Med 2008; 5(9):e199(1299-301). [Link Livre para o Artigo Original]

5.     Bekelman JE, Li Y, Gross CP. Scope and impact of financial conflicts of interest in biomedical research: a systematic review. JAMA. 2003; 289:454-65. [Link Livre para o Artigo Original]

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal