FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Beta-2 agonista no tratamento da síndrome do desconforto respiratório agudo SARA

Autor:

Antonio Paulo Nassar Junior

Especialista em Terapia Intensiva pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). Médico Intensivista do Hospital São Camilo. Médico Pesquisador do HC-FMUSP.

Última revisão: 16/04/2012

Comentários de assinantes: 0

Área de atuação: Medicina Intensiva

 

Especialidade: Medicina Intensiva, Pneumologia

 

Comentado por: Antônio Paulo Nassar Junior

  

Resumo

A síndrome do desconforto respiratório agudo (SARA) é uma condição gravíssima que se associa com alta mortalidade e um desfecho funcional ruim nos sobreviventes. Assim, nos últimos 10 a 15 anos, diversas estratégias têm sido estudadas para minimizar estes resultados. Estudos experimentais sugerem que os beta-agonistas reduzam a inflamação pulmonar e acelerem a reabsorção de líquido alveolar, diminuindo, assim, a água extravascular pulmonar. Este estudo avalia se tais benefícios fisiológicos têm impacto clínico.

 

Contexto clínico

Em estudos experimentais, fármacos beta-2 agonistas têm uma série de efeitos potencialmente benéficos na SARA, como redução da atividade inflamatória e aceleração da reabsorção do fluido alveolar. Um estudo piloto mostrou que o uso de salbutamol reduziu a água pulmonar extravascular e a pressão de platô2. Os autores resolveram, então, realizar este estudo multicêntrico para avaliar o benefício clínico do salbutamol no tratamento da SARA.

 

O estudo

Foram incluídos pacientes com diagnóstico de SARA (infiltrados pulmonares bilaterais, relação PaO2/FiO2 = 200 e ausência de sinais de hipertensão atrial esquerda) sob ventilação mecânica, há menos de 72 horas do início do quadro. Foram excluídos pacientes gestantes, em uso de beta-2 agonistas por outras condições, com indicação de cuidados paliativos, cirróticos Child C ou que tivessem participado de outro estudo nos últimos 28 dias. Os pacientes foram alocados para receber salbutamol em infusão contínua na dose de 15 mcg/kg/h ou placebo por até 7 dias.

O desfecho primário analisado foi mortalidade em 28 dias. Outros desfechos analisados foram dias livres de ventilação mecânica e dias livres de disfunções orgânicas em 28 dias, tempo de internação na UTI e a ocorrência de taquicardia ou arritmias.

O recrutamento de pacientes terminou após a avaliação dos dados de 273 pacientes (o objetivo era alcançar 1.334) e a observação de um aumento de 55% na mortalidade no grupo que recebeu salbutamol. Neste momento, já haviam sido incluídos 324 pacientes (161 no grupo salbutamol e 163 no grupo placebo), cujos resultados foram apresentados.

O grupo salbutamol teve uma mortalidade maior em 28 dias (34 vs. 23%, p=0,03), menos dias livres de ventilação mecânica (8,5 vs. 11,1) e de disfunções orgânicas (16,2 vs. 18,5). Além disso, o grupo salbutamol teve uma incidência maior de taquicardia (14 vs. 1%), arritmias (9 vs. 2%) e acidose lática (6 vs. 0,6%).

 

Aplicações para a prática clínica

Além de não traduzir em benefícios clínicos os efeitos fisiológicos benéficos de estudos experimentais e pilotos, este estudo mostrou que o uso do salbutamol na SARA não é seguro. Como também já foi demonstrado previamente que o salbutamol inalatório não trouxe benefícios no prognóstico da SARA3, o uso de beta-2 agonistas, administrados de qualquer forma, não pode ser recomendado na SARA.

 

Glossário

Estudo randomizado: estudo que “sorteia” pacientes para um (ou mais) de dois grupos e compara seus resultados após uma intervenção.

 

Bibliografia

1.  Smith FG, Perkins GD, Gates S, Young D, McAuley DF, Tunnicliffe W, et al. Effect of intravenous beta-2 agonist treatment on clinical outcomes in acute respiratory distress syndrome (BALTI-2): a multicentre, randomised controlled trial. Lancet. 2012 379(9812): 229-235. [Link para o Resumo]

2.  Perkins GD, McAuley DF, Thickett DR, Gao F. The beta-agonist lung injury trial (BALTI): a randomized placebo-controlled clinical trial. Am J Respir Crit Care Med. 2006 Feb 1;173(3):281-7.

3.  Matthay MA, Brower RG, Carson S, Douglas IS, Eisner M, Hite D, et al. Randomized, placebo-controlled clinical trial of an aerosolized beta-agonist for treatment of acute lung injury. Am J Respir Crit Care Med. 2011 Sep 1;184(5):561-8.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal