FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

O que é melhor na sequência rápida de intubação rocurônio ou succinilcolina?

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 18/06/2012

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Emergências / Terapia Intensiva

 

Resumo

Uma revisão de literatura foi feita para estabelecer se o rocurônio é tão efetivo quanto a succinilcolina para facilitar a laringoscopia durante a sequência rápida de intubação.

 

Contexto clínico

Intubações de emergência são sempre um desafio. O padrão de conduta para essas situações é o uso da sequência rápida de intubação, um algoritmo que permite maior sucesso durante este procedimento. Grande parte desse sucesso vem da escolha correta de drogas, o que inclui o uso de um bloqueador neuromuscular. A succinilcolina (leia mais sobre o medicamento) é a droga de escolha, porém há dúvidas se o rocurônio (leia mais sobre o medicamento) seria uma droga tão boa quanto, já que há casos em que a succinilcolina é contraindicada.

 

O estudo

O autor conduziu uma revisão de literatura com estudos que compararam succinilcolina e rocurônio com doses de = 1 mg/kg, para determinar se os 2 agentes são igualmente efetivos em proporcionar condições ótimas para intubação orotraqueal. Foram encontrados 7 artigos relevantes, 3 deles feitos em departamentos de emergência, sendo que 1 era uma revisão da Cochrane.

Uma coorte prospectiva com 578 pacientes em um departamento de emergência mostrou que a succinilcolina promoveu paralisia 5 segundos antes do rocurônio, porém isso não mostrou relevância clínica, e as condições de intubação foram similares com as duas drogas. Um estudo retrospectivo de 327 casos de setor de emergência também não mostrou diferenças de resultados entre os dois fármacos. A revisão da Cochrane também não encontrou diferenças entre os dois bloqueadores quanto às condições de intubação promovidas. Os outros 4 estudos encontrados foram feitos em centros cirúrgicos e também não mostraram qualquer diferença.

 

Aplicações para a prática clínica

Com base nessa revisão, apesar de não ter gerado metanálise, é possível afirmar que tanto a succinilcolina quanto o rocurônio são excelentes opções para intubação quando se utiliza a sequência rápida para situações de emergência. Vale lembrar que, nesta comparação, as doses utilizadas de ambas as drogas foram de = 1 mg/kg.

Ressaltamos apenas que a duração do efeito do rocurônio é de 45 minutos, enquanto que o efeito da succinilcolina não passa de 10 minutos. É importante lembrar do rocurônio nas situações de contraindicação à succinilcolina: história familiar de hipertermia maligna, doença muscular com elevação de CPK, grandes queimados, politraumatizados, lesão de neurônio motor superior e denervação extensa da musculatura esquelética.

 

Bibliografia

1.   Herbstritt A. BET 3: Is rocuronium as effective as succinylcholine at facilitating laryngoscopy during rapid sequence intubation? Emerg Med J 2012 Mar; 29:256. [link para o artigo] (Fator de Impacto: 1,269)

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal