FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Reduzindo o tempo porta-agulha no tratamento do AVC

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 29/07/2013

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Segurança do Paciente e Qualidade Assistencial / Emergências / Neurologia

 

Resumo

Este estudo mostra que medidas simples podem diminuir o tempo porta-agulha para trombólise no AVC isquêmico nos departamentos de emergência.

 

Contexto clínico

O fator mais importante na melhora do desfecho em pacientes tratados com trombolítico em AVC é o tempo. Neste estudo prospectivo a ser mostrado a seguir, feito em Helsinki, são mostrados os efeitos de algumas intervenções que conseguiram um impacto positivo para diminuir a demora no tratamento trombolítico do AVC isquêmico.

 

O estudo

Neste estudo, todos os pacientes com AVC isquêmico tratados com alteplase foram prospectivamente registrados no Registro de Trombólise de AVC de Helsinki. Uma série de intervenções para reduzir os atrasos de tratamento foram implementadas ao longo dos anos de 1998 e 2011. Os atrasos intra-hospitalares foram analisados com a mediana (e percentis 25 e 75) anual do tempo porta-agulha em minutos.

Ao todo, 1.860 pacientes foram tratados no período, sendo que a mediana do tempo porta-agulha caiu de 105 minutos (P25-P75: 65 – 120) em 1998 para 60 minutos (P25-P75: 48 – 80) em 2003 e para 20 minutos em 2011 (P25-P75: 14 – 32). A mediana entre o início dos sintomas e o tratamento caiu de 160 para 115 minutos no período estudado, e o número anual de pacientes que foram incluídos para tratamento aumentou 10 vezes. Em 2011, 31% dos pacientes admitidos no hospital puderam ser tratados com alteplase. Destes, 94% foram tratados em 60 minutos da chegada.

As intervenções associadas com grandes ganhos de tempo foram:

 

      ativação de uma equipe de AVC pelos serviços de emergência antes da chegada do paciente (parte pré-hospitalar);

      uso de tomografia computadorizada sem contraste para pacientes sem complicações;

      interpretação da tomografia pelo próprio neurologista (sem precisar aguardar laudo de radiologista);

      avaliação clínica simultânea do paciente enquanto são coletados os exames de sangue e o paciente é preparado para a tomografia;

      início da administração da alteplase ainda na sala de tomografia.

 

Aplicações para a prática clínica

Este estudo demonstra claramente uma melhora efetiva do desempenho de um departamento de emergência quanto ao tratamento adequado dos AVC isquêmicos. Fundamental notar que todas as medidas são de baixo custo e envolvem apenas algumas “mudanças de paradigmas”, facilitando as etapas do processo como um todo. Vale ressaltar também as questões de padronização e substituição ou até mesmo eliminação de etapas que foram incorporadas para se atingir este resultado impressionante.

Estas ideias conceituais podem ser aplicadas virtualmente a todos os processos que ocorrem no departamento de emergência, local onde o tempo é sempre fundamental.

 

Bibliografia

1.    Meretoja A, Strbian D, Mustanoja S, Tatlisumal T, Lindsberg PJ, Kaste M. Reducing in-hospital delay to 20 minutes in stroke thrombolysis. Neurology 2012 Jul 24; 79:306. [link para o artigo] (Fator de Impacto: não encontrado)

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal