FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Resumo dos Melhores Artigos de 2014 em Dermatologia

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 17/06/2015

Comentários de assinantes: 0

Os Artigos

Etanercept para tratamento de Necrólise Epidérmica Tóxica (NET): a NET é uma doença com mortalidade de 30%. O tratamento base inclui suporte, corticoides, e eventualmente ciclosporina e imunoglobulinas. Em uma série de 10 casos foi feita uma dose de etanercept (50mg SC) com cerca de 6h de hospitalização. Todos os pacientes se curaram (a despeito de uma expectativa de 30% de mortalidade) e tiveram uma média de 8,5 dias para a recuperação.

 

Tratamento para Síndrome de Steven-Johnson (SJS) e NET: praticamente não existem estudos controlados para tratamentos dessas graves condições clínicas. Neste estudo foi feita uma revisão comparativa entre tratamentos para estas doenças, basicamente comparando imunoglobulina (1mg/kg/dia por três dias) contra ciclosporina (3 a 5mg/kg/dia por sete dias). Com base na gravidade da doença, o que se viu é que com imunoglobulina os pacientes tiveram maior mortalidade que a predita, enquanto que com ciclosporina tiveram mortalidade menor.

 

Secukinumab para Psoríase em Placa: o secukinumab é um anticorpo monoclonal IgG recombinante que se liga de forma seletiva e inibe a IL-17A, que é uma citocina chave na fisiopatologia da psoríase. Esta droga na dose de 150 a 300mg em duas aplicações foi comparada a placebo e a etanercept. Comparado com placebo, a maioria dos pacientes que receberam secukinumab tiveram ao menos 75% de melhora dos sintomas, sendo que a dose de 300mg foi superior à de 150mg. Em comparação com etanercept a droga foi melhor em eficácia e velocidade de resposta.

 

Epstein-Barr em úlceras muco-cutâneas em transplantados: o vírus Epstein-Barr é responsável pela maior parte das afecções linfoproliferativas em pacientes transplantados. Além disso, também é responsável por úlceras muco-cutâneas (lábios e cavidade oral em 60% dos casos) e gastrointestinais nessa população, independente do tipo de transplante. O diagnóstico é feito com biópsia das úlceras. Como tratamento, é necessário apenas diminuir a imunossupressão temporariamente para que estas lesões melhorem.

 

Exérese  de Nevus Sebaceus: o nevus sebaceus é uma marca de nascença comum, encontrada em 1% dos pacientes dermatológicos, principalmente em região de cabeça e pescoço. Normalmente é na puberdade que seu aspecto se modifica causando incomodo do ponto de vista estético. A maior dúvida é em relação à possibilidade de malignidade. Em uma série de mais de 700 expresse verificou-se que 2,5% das lesões com tumor maligno, sendo o mais comum o tumor basocelular, seguido do carcinoma de células escamosas. Todos os tumores malignos foram identificados em exérese em adultos, o que mostra que a exérese não precisa ser precoce, ainda na infância.

 

Bibliografia

Paradisi A et al. Etanercept therapy for toxic epidermal necrolysis. J Am Acad Dermatol 2014 Aug; 71:278. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1016/j.jaad.2014.04.044).

 

Kirchhof MG et al. Retrospective review of Stevens-Johnson syndrome/toxic epidermal necrolysis treatment comparing intravenous immunoglobulin with cyclosporine. J Am Acad Dermatol 2014 Jul 30; [e-pub ahead of print]. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1016/j.jaad.2014.07.016).

 

Langley RG et al. Secukinumab in plaque psoriasis — Results of two phase three trials. N Engl J Med 2014 Jul 9; [e-pub ahead of print]. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1056/NEJMoa1314258).

 

Hart M et al. EBV-positive mucocutaneous ulcer in organ transplant recipients: A localized indolent posttransplant lymphoproliferative disorder. Am J Surg Pathol 2014 Nov; 38:1522. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1097/PAS.0000000000000282).

 

Idriss MH and Elston DM.Secondary neoplasms associated with nevus sebaceus of Jadassohn: A study of 707 cases. J Am Acad Dermatol 2013 Nov 20; [e-pub ahead of print]. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1016/j.jaad.2013.10.004).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal