FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Risco de Trombose Venosa Profunda com Antipsicóticos

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 03/07/2015

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

Trombose venosa profunda (TVP) é um evento indesejado no meio da saúde, pois seu impacto pode ser catastrófico ao gerar uma embolia pulmonar. Sendo assim, conhecer fatores de risco para eliminá-los, ou pelo menos mitigá-los, é fundamental. No grupo de pacientes psiquiátricos, advoga-se que os antipsicóticos possam ter papel no risco de TVP.

 

O Estudo

Este é um estudo do tipo coorte retrospectiva que foi realizado com moradores de casas de repouso de cinco estados norte-americanos que tiveram hospitalização com diagnóstico de TVP e/ou TEP em um período de seis meses durante os meses de janeiro de 1998 a dezembro de 1999. Foram selecionados 19.940 usuários de antipsicóticos (maiores de 65 anos e com uso mínimo por sete dias) e 112.078 não usuários (controles). Pacientes com esquizofrenia foram excluídos do estudo por apresentarem risco cardiovascular diferenciado.

Foram identificados 539 casos de hospitalização por TVP e a taxa de hospitalização foi de 0,91/100 pessoas ao ano. Dos casos, 77,6% foram TVP’s e 22,4% foram TEP’s. Quando ajustado por fatores de confusão, o risco de dano (hazard ratio) foi de 2,01 para uso de antipsicóticos atípicos como um todo; 1,98 para risperidona; 1,87 para olanzapina, 2,68 para clozapina; e 4,8 quando em uso de mais de um antipisicótico.

 

Aplicações Práticas

A conclusão do estudo é que antipsicóticos atípicos aumentam a chance de TVP/TEP em pacientes idosos. Este estudo toca em um ponto importante levando em conta que cada vez mais pacientes idosos recebem antipsicóticos atípicos para tratamento de quadros psiquiátricos e demenciais (nos EUA, por exemplo, 15% de todos os pacientes moradores de casas de repouso recebem antipsicóticos). Ter conhecimento dos riscos envolvidos com a prescrição de qualquer medicação é fundamental para realizar uma boa prática assistencial.

 

Bibliografia

Liperoti R, Pedone C, Lapane KL.Venous Throboembolism Among Elderly patients Treated With Atypical and conventional Antipsychotic Agents. Arch Inter Med 2005;165:2677-2682.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal