FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Novas Diretrizes de Tratamento da Síndrome do Intestino Irritável

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 10/07/2015

Comentários de assinantes: 2

Contexto Clínico

A Síndrome do Intestino Irritável (SII) costuma ser muito frequente na prática clínica, e é o diagnóstico mais comum em gastroenterologia clínica. Com base em estudos, a estimativa da população adulta afetada que se tem hoje é de que 10 a 15% dos adultos possuem a síndrome. Sendo assim, é importante conhecer atualidades no tratamento da doença para a prática diária.

Apresentamos a seguir um resumo das nove recomendações sobre a terapia farmacológica para a SII descritas pela American Gastroenterological Association (AGA).

 

As Diretrizes

A AGA recomenda a utilização de linaclotida* (ao invés de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas constipantes da SII (Forte recomendação; evidência de alta qualidade);

A AGA sugere o uso de lubiprostona (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas constipantes da SII (recomendação condicional; evidência de moderada qualidade);

A AGA sugere o uso de laxantes (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas constipantes da SII (recomendação condicional; evidência de baixa qualidade);

A AGA sugere o uso de rifaximina (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas diarreicos da SII (recomendação condicional; evidência de moderada qualidade);

A AGA sugere o uso de alosetrona** (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas diarreicos da SII para melhorar os sintomas globais (recomendação condicional; evidência de moderada qualidade);

A AGA sugere o uso de loperamida (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com sintomas diarreicos da SII (recomendação condicional; evidência de muito baixa qualidade);

A AGA sugere o uso de antidepressivos tricíclicos (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com SII (recomendação condicional; evidência de baixa qualidade);

A AGA sugere contra o uso de inibidores seletivos da recaptação da serotonina em pacientes com SII. (recomendação condicional; evidência de baixa qualidade);

A AGA sugere o uso de antiespasmódicos (em vez de nenhum tratamento) em pacientes com SII (recomendação condicional; evidência de baixa qualidade).

 

 

OBS: Linaclotida (Linzess® ou Constella®) são pepitídeos agonistas da guanilato ciclase que promovem movimentos intestinais.

* OBS: Alosetrona (Lotronex®) é um inibidor serotoninérgico intestinal.

 

Bibliografia

Weinberg DS et al. American Gastroenterological Association Institute guideline on the pharmacological management of irritable bowel syndrome. Gastroenterology 2014 Nov; 147:1146. (link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1053/j.gastro.2014.09.001)

Comentários

Por: Atendimento MedicinaNET em 06/07/2015 às 11:00:49

"Dr. Ildemar, agradecemos seu contato. Identificamos o erro e já providenciamos correção. Atenciosamente, Os Editores"

Por: Ildemar Cavalcante Guedes em 04/07/2015 às 10:31:49

"Erros de digitação constatados."

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal