FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Idade de Introdução de Glúten na Dieta e Risco de Doença Celíaca

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 22/07/2015

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

O glúten é um componente alimentar encontrado em diversos itens da dieta normal em todo o mundo, sendo componente de cereais, tais como trigo, centeio, cevada, entre outros. As proteínas do glúten (prolaminas) são os antígenos que desencadeiam a Doença Celíaca (DC). A grande preocupação atual é que a incidência de DC está aumentando no mundo ocidental.

Debate frequente nesta área é sobre a idade ideal para primeira introdução do glúten que pudesse evitar o desenvolvimento da DC. Isso porque há vários estudos que levantam a hipótese de que a idade da primeira introdução ao glúten pode influenciar o aparecimento da doença. Ainda há outros que afirmam que o aleitamento materno e sua interação com o glúten durante o desmame pode reduzir o risco de DC.

Hoje, a recomendação geral é introduzir pequenas quantidades de glúten, enquanto o bebê ainda é amamentado, de preferência entre quatro e seis meses de idade. No entanto, os ensaios em que se baseiam as recomendações são poucos e ainda não foram avaliadas em estudos longitudinais para confirmar se essas recomendações de alimentação infantil são válidas em diferentes populações.

O objetivo do estudo que apresentaremos a seguir foi confirmar se a época de introdução de glúten é um fator de risco independente para DC em crianças, geneticamente predispostas, acompanhadas prospectivamente em um estudo de coorte de nascimento multinacional.

        

O Estudo

O estudo TEDDY (The Environmental Determinants of Diabetes in the Young) é um estudo prospectivo de coorte de nascimento. Os recém-nascidos (N = 6436) selecionados para genótipos HLA de alto risco para DC foram acompanhados na Finlândia, na Alemanha, na Suécia e nos Estados Unidos. Informações sobre a alimentação infantil foram coletadas em visitas clínicas a cada três meses. O desfecho avaliado foi a presença persistente positiva para autoanticorpos transglutaminase tecidular (tTGA), o marcador para o DC. O segundo desfecho avaliado foi a própria DC, definida como um diagnóstico com base em resultados de biópsia intestinal ou em níveis persistentemente elevados de tTGA.

As crianças suecas tiveram introdução de glúten mais cedo (média: 21,7 semanas) em comparação com as crianças da Finlândia (média: 26,1 semanas), na Alemanha, e nos Estados Unidos (ambos mediana: 30,4 semanas) (P <0,0001). Durante um período de acompanhamento médio de 5,0 anos (variação: 1,7 - 8,8 anos), 773 (12%) crianças desenvolveram tTGA e 307 (5%) desenvolveram DC. Crianças suecas estavam em risco aumentado para tTGA (taxa de risco: 1,74; IC95%: 1,47 - 2,06) e DC (taxa de risco: 1,76; IC95%: 1,34 - 2,24) em comparação com as crianças americanas, respectivamente ( P <. 0001). A introdução de glúten na dieta antes de 17 semanas ou mais tarde do que 26 semanas não foi associada com aumento do risco de tTGA ou DC ajustado para o país, HLA, sexo e história familiar de DC, nem na análise global, nem em uma comparação a nível de país.

 

Aplicações Práticas

Existe uma preocupação crescente com o aumento de incidência de doença celíaca nos países ocidentais. Hipóteses que consigam explicar este aumento podem levar ao desenvolvimento de medidas de prevenção. A questão da idade de introdução do glúten na dieta aparecia como uma grande teoria, mas no estudo apresentado, o momento da introdução de glúten na dieta não foi comprovado como um fator de risco independente para o desenvolvimento de DC. Sendo assim, novas pesquisas populacionais devem ser conduzidas em busca de respostas satisfatórias. E qualquer recomendação quanto ao glúten na dieta permanece a critério do pediatra para pacientes de risco conforme história familiar.

 

Bibliografia

Aronsson CA et al. Age at gluten introduction and risk of celiac disease. Pediatrics 2015 Jan 19; •••. (Link para o artigo: http://dx.doi.org/10.1542/peds.2014-1787)

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal