FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Vegetarianismo Diminui Risco de Câncer Colorretal

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 21/08/2015

Comentários de assinantes: 1

Contexto Clínico

O câncer colorretal continua a ser uma das principais causas de mortalidade por câncer em todo o mundo. Embora muita atenção tenha sido dada ao rastreamento nos últimos anos, reforçar a prevenção primária por meio de redução de fatores de risco continua a ser um objetivo importante. Fatores dietéticos têm sido implicados como importantes fatores de risco modificáveis para câncer colorretal. Entre os fatores dietéticos que influenciam o risco, há evidência de que o consumo de carne vermelha, especialmente carne processada, está ligado ao aumento do risco. A hipótese levantada pelo estudo é que uma dieta vegetariana estaria ligada a menor risco de câncer colorretal.

 

O Estudo

Este é um grande estudo de coorte prospectivo feito nos EUA, incluindo 96.354 homens e mulheres. A dieta foi avaliada no início do estudo através de um questionário quantitativo de frequência alimentar validado e classificado em quatro padrões alimentares vegetarianos (veganos, lacto-ovo-vegetariana, pescovegetariano e semivegetariana) e um padrão de dieta não vegetariana. O desfecho avaliado foi a relação entre hábitos alimentares e incidência de câncer colorretal.

Durante um período médio de acompanhamento de 7,3 anos, foram documentados 380 casos de câncer de cólon e 110 casos de câncer retal. A taxas de riscos ajustadas (HRS) em todos os vegetarianos combinados vs não vegetarianos foram: 0,78 (IC95%: 0,64-0,95) para todos os tipos de câncer colorretal, 0,81 (IC95%: 0,65-1,00) para o câncer de cólon, e 0,71 (IC95%: 0,47-1,06) para o câncer retal. O HR ajustado para o câncer colorretal em veganos foi de 0,84 (IC95%: 0,59-1,19); em lacto-vegetarianos de 0,82 (IC95%: 0,65-1,02); em pescovegetarianos 0,57 (IC95%: 0,40-0,82); e em semivegetarianos 0,92 (IC95%: 0,62-1,37), em comparação com os não vegetarianos. Estimativas de efeito foram similares para homens e mulheres e para os negros e não-negros.

 

Aplicações Práticas

Este grande estudo de coorte feito nos EUA demonstra claramente que as dietas vegetarianas são associadas com uma incidência global inferior de câncer colorretal. Pescovegetarianos, em particular, têm um risco muito menor em comparação com os não vegetarianos. O que se pode concluir é que uma dieta vegetariana é algo a ser recomendado em pacientes de alto risco. O nexo causal não é totalmente estabelecido, e estudo futuros podem trazer respostas ainda mais esclarecedoras e específicas. Tornar-se um vegetariano nem sempre é fácil, este estudo pelo menos demonstra que menos carne vermelha na dieta, e mais produtos de origem vegetal, devem concorrer para uma situação de menor risco.

 

Bibliografia

Orlich MJ, Singh PN, Sabaté J, et al. Vegetarian Dietary Patterns and the Risk of Colorectal Cancers. JAMA Intern Med.Published online March 09, 2015. (link para o artigo: http://archinte.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=2174939)

 

Comentários

Por: Davi Gasparini Baraldi em 18/08/2015 às 07:06:08

"ca de colo e dieta"

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal