FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Bomba de Insulina ou Múltiplas Doses de Insulina em Diabetes Tipo 1

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 17/12/2015

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

O Diabetes tipo 1 é uma doença classicamente reconhecida por aumentar a mortalidade por eventos cardiovasculares. Também é sabido que isso está diretamente ligado ao controle da hemoglobina glicada, e que um controle mais estrito reduz esse risco, atrasa o desenvolvimento e diminui a progressão das complicações cardiovasculares.

 

O Estudo

O objetivo desse estudo foi investigar os efeitos em longo prazo de perfusão subcutânea contínua de insulina (terapia com bomba de insulina) sobre doenças cardiovasculares e mortalidade em pessoas com diabetes tipo 1, comparada com a aplicação intermitente de insulina.

Foi feito um estudo observacional na Suécia com 18.168 pessoas com diabetes tipo 1, 2.441 que usam a terapia com bomba de insulina e 15.727 usando múltiplas injeções diárias de insulina. Os desfechos avaliados foram as taxas de risco para os resultados, com estratificação dos escores de propensão incluindo características clínicas, fatores de risco para doenças cardiovasculares, tratamentos e doenças anteriores.

O seguimento foi de uma média de 6,8 anos, com 114.135 pessoas-ano. Com múltiplas injeções diárias como referência, as taxas de risco ajustadas para tratamento com bomba de insulina foram significativamente mais baixas: 0,55 (IC95% 0,36-0,83) para a doença cardíaca coronária fatal, 0,58 (0,40-0,85) para a doença cardiovascular fatal (doença cardíaca coronária ou acidente vascular cerebral), e 0,73 (0,58-0,92) para todas as causas de mortalidade. As taxas de risco foram menores, mas não significativamente, para a doença cardíaca coronária fatal ou não fatal e doença cardiovascular fatal ou não fatal. Quando o índice de massa corporal inferior e doenças cardiovasculares anteriores foram excluídos, os resultados das análises de subgrupo foram semelhantes aos resultados a partir dos dados completos.

 

Aplicações Práticas

Por esse estudo observacional podemos concluir que entre as pessoas com diabetes tipo 1, o uso da terapia com bomba de insulina está associado com a mortalidade cardiovascular menor do que o tratamento com múltiplas injeções diárias de insulina. Infelizmente nem sempre temos como disponibilizar bombas de infusão de insulina, principalmente a pacientes do sistema público de saúde brasileiro. Entretanto, essa seria uma grande estratégia populacional visando diminuição de mortalidade.

 

 

Bibliografia

Steineck I, et al. Insulin pump therapy, multiple daily injections, and cardiovascular mortality in 18168 people with type 1 diabetes: observational study. BMJ 2015;350:h3234

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal