FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Revisão Sistemática de Intervenções de fisioterapia na dor lombo-pélvica em gestantes

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 20/04/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

A dor lombo-pélvica durante a gravidez, definida como dor lombar relacionada com a gravidez (LBP) e / ou dor de cintura pélvica relacionada com a gravidez (PGP), é um problema complexo, envolvendo aspectos físicos e psicológicos. A prevalência varia de 24% a 90%, principalmente devido à falta de uma definição clara da doença. Entretanto, diversas diretrizes nacionais têm diferenças entre si. Dada a literatura mais recentemente publicada sobre o tratamento da dor lombo-pélvica em gestantes, é necessário atualizar e padronizar as orientações para fisioterapeutas com o objetivo de chegar a um consenso.

 

O Estudo

Essa é uma revisão sistemática com metanálise feita com busca em diversas bases de dados como o PubMed, entre outros, incluindo publicações entre janeiro de 1992 a novembro de 2013. Dois autores avaliaram independentemente todos os resumos de elegibilidade. Os artigos foram independentemente classificados para a qualidade por dois revisores.

Um total de 22 artigos (todos os ensaios clínicos randomizados) relatados em 22 estudos independentes foi incluído. No geral, a qualidade metodológica dos estudos foi moderada. Foram considerados dados para quatro tipos de intervenções: uma combinação de intervenções (7 estudos, n = 1202), terapia de exercícios (9 estudos, n = 2149), terapia manual (5 estudos, n = 360) e material de apoio (1 estudo, n = 115). Todos os estudos sobre terapia com exercícios e a maioria dos estudos sobre intervenções combinadas à educação do paciente (o que incluía orientações em termos de anatomia, patologia, mudanças durante a gravidez, postura e fisiologia, autocuidado, aconselhamento sobre atividades diárias e relaxamento) conseguiram efeito positivo em termos de dor, incapacidade e licença médica causada pela doença.

 

Aplicações Práticas

Por essa metanálise podemos concluir que o que vale à pena utilizar nas intervenções de fisioterapia nas dores lombo-pélvicas da gestação são os exercícios físicos e as intervenções multimodais em que ocorriam exercícios físicos associados a diferentes aspectos educacionais. A despeito desses dois grupos não terem comparação, faz sentido que a intervenção mais completa, com a parte educacional, faça mais sentido quando estivermos falando da criação de uma intervenção para ambulatórios e clínicas pré-natais.

 

Referências:

van Benten E, Pool J, Mens J, Pool-Goudzwaard A. Recommendations for physical therapists on the treatment of lumbopelvic pain during pregnancy: a systematic review. J Orthop Sports Phys Ther. 2014 Jul;44(7):464-73, A1-15. doi: 10.2519/jospt.2014.5098.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal