FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Profilaxia Primária em Homens com alto risco para infecção por HIV

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 20/05/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

Tem sido demonstrado que o uso de profilaxia antirretroviral pré-exposição pode reduzir o risco da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1) em alguns estudos, mas resultados contraditórios têm sido relatados, provavelmente devido aos desafios de aderência a um regime diário.

 

O Estudo

Foi realizado um estudo duplo-cego, randomizado de profilaxia antirretroviral pré-exposição para HIV-1 para homens que fazem sexo anal desprotegido com outros homens. Os participantes foram distribuídos aleatoriamente para tomar uma combinação de tenofovir disoproxil fumarato (TDF) e emtricitabina (FTC) ou placebo antes e após a atividade sexual. Todos os participantes receberam aconselhamento e preservativos para redução de risco e foram regularmente testados para o HIV-1 e HIV-2 e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Dos 414 participantes que se submeteram à randomização, 400 que não tinham a infecção pelo HIV foram inscritos (199 no grupo TDF-FTC e 201 no grupo placebo). Todos os participantes foram acompanhados por uma média de 9,3 meses. Um total de 16 infecções pelo HIV-1 ocorreu durante o follow-up, dois no grupo TDF-FTC (incidência de 0,91 por 100 pessoas-ano) e 14 no grupo placebo (incidência de 6,60 por 100 pessoas-ano), o que gerou uma redução do risco no grupo TDF-FTC de 86% (P = 0,002). Os participantes tomaram uma mediana de 15 comprimidos de TDF-FTC ou placebo por mês (P = 0,57). As taxas de eventos adversos graves foram semelhantes nos dois grupos de estudo. No grupo TDF-FTC, em comparação com o grupo placebo, havia maiores taxas de eventos gastrointestinais adversos  (14% vs. 5%, P = 0,002) e eventos adversos renais (18% versus 10%, P = 0,03).

 

Aplicações Práticas

Esse interessante estudo mostra que é possível que um esquema de profilaxia para atividade sexual de homens com alto risco de adquirir HIV pode ser bastante eficaz. O uso de TDF-FTC antes e depois da atividade sexual forneceu proteção contra a infecção pelo HIV-1 em homens que fazem sexo com homens. Por outro lado, o tratamento foi associado ao aumento das taxas de eventos  gastrointestinais adversos e renais. Deve-se pesar o risco x benefício dessa conduta, e discutir com o paciente que deve estar esclarecido sobre essa possibilidade. O volume de eventos adversos é bastante grande, porém vale lembrar que não ocorreram eventos graves.

 

Referências

Molina JM et al.  On-Demand Preexposure Prophylaxis in Men at High Risk for HIV-1 Infection. N Engl J Med 2015; 373:2237-2246.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal