FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Metanálise mostra que metformina deve continuar sendo primeira linha em Diabetes tipo 2

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 11/07/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

O diabetes tipo 2 é uma doença extremamente prevalente e uma das maiores causas de complicações entre adultos e idosos. Seu tratamento é fundamental para garantir sobrevida, qualidade de vida e menores complicações. Nos últimos anos o arsenal terapêutico cresceu bastante causando confusão sobre o que deve ser usado como primeira linha de tratamento para pacientes com diabetes tipo 2. Saber sobre a eficácia e segurança dos diferentes medicamentos é o que garante a escolha mais adequada.

 

O Estudo

Foi realizada uma revisão sistemática com metanálise com o objetivo de comparar a eficácia e a segurança da monoterapia (tiazolidinedionas, metformina, sulfonilureias, inibidores da dipeptidil peptidase-4 [DPP-4], inibidores do cotransportador sódio-glicose 2 [SGLT-2] e agonistas do receptor de glucagon-like peptideo-1 [GLP -1]) e combinações à base de metformina em adultos com diabetes tipo 2.

Os revisores identificaram de forma independente 179 ensaios clínicos e 25 estudos observacionais de monoterapia ou de combinações à base de metformina.

A mortalidade cardiovascular foi menor para a metformina contra sulfonilureias; as evidências sobre a mortalidade por todas as causas, a morbidade cardiovascular e as complicações microvasculares foram insuficientes. Reduções nos valores da hemoglobina glicada foram semelhantes em monoterapias e combinações à base de metformina, exceto para inibidores de DPP-4 que tiveram efeitos menores. O peso corporal foi reduzido ou mantido com metformina, inibidores de DPP-4, agonistas do receptor de GLP-1, e inibidores de SGLT-2, mas aumentou com sulfonilureias, tiazolidinedionas e insulina (entre os grupos diferenças até 5 kg). Hipoglicemia foi mais frequente com sulfonilureias. Eventos gastrointestinais adversos foram maiores com metformina e agonistas do receptor de GLP-1. Infecções micóticas genitais foram aumentadas com inibidores de SGLT-2.

        

Aplicações Práticas

Podemos verificar os resultados dessa metanálise de outra forma, pontuando diferentes desfechos. Para mortalidade cardiovascular, a monoterapia com metformina foi associada com redução da mortalidade cardiovascular comparada às sulfoniureias. Quanto às reduções de hemoglobina glicada, a maior parte das medicações teve efeitos semelhantes, com exceção dos inibidores de DPP-4 que são menos efetivos do que a metformina ou as sulfoniureias. Quanto ao peso corpóreo, os inibidores de SGLT-2 geraram mais perda de peso do que a metformina, que, por sua vez, reduziu mais peso do que os inibidores de DPP-4. Por fim, quanto a eventos adversos, as sulfoniureias são associadas ao aumento de risco de hipoglicemias graves, metoformina e agonistas do receptor GLP-1 com efeitos gastrointestinais e inibidores de SGLT-2 com Infecções micóticas genitais.

Resumindo os dados, a metanálise fornece base para mantermos a metformina como agente de primeira linha para tratar pacientes adultos com diabetes tipo 2.

 

Referências

Maruthur NM et al. Diabetes Medications as Monotherapy or Metformin-Based Combination Therapy for Type 2 Diabetes: A Systematic Review and Meta-analysis. Ann Intern Med. Published online 19 April 2016 doi:10.7326/M15-2650.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal