FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Importância do rastreamento de hipertensão em crianças

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 30/09/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

diretrizes para o diagnóstico e tratamento da hipertensão em crianças há quase 40 anos. Apesar das recomendações para medida rotineira da pressão arterial, a hipertensão é pouco diagnosticada em crianças. Infelizmente, conhecimento e reconhecimento deste problema por médicos ainda está aquém do necessário. As estimativas nos Estados Unidos variam de 0,3% a 4,5% de prevalência da doença em crianças. Fatores de risco para hipertensão primária incluem sobrepeso e obesidade, sexo masculino, além de idade avançada, e alta ingestão de sódio, sendo estes últimos fatores mais comuns em adultos.

Dados relativos a hipertensão arterial na infância e sua relação com eventos cardiovasculares posteriores atualmente não existem. Sabe-se que a hipertensão arterial na infância é altamente preditiva de hipertensão arterial na idade adulta, e esta sabidamente está associada a hipertensão e hipertrofia ventricular esquerda, doença carotídea e microalbuminúria. São prioridades para melhorar a prática clínica incluir mais educação entre os médicos sobre o diagnóstico e manejo da hipertensão arterial, além de fornecer apoio à decisão clínica para ajudar no diagnóstico e uso rotineiro de monitoramento ambulatorial da PA para ajudar no diagnóstico e para monitorar a resposta ao tratamento.

 

O Estudo

 

Apesar de uma declaração de 2013 pela US Preventive Task Force Services de que "a evidência é insuficiente para avaliar o equilíbrio entre benefícios e malefícios da triagem para hipertensão primária em crianças e adolescentes assintomáticos para prevenir a doença cardiovascular posterior," ( Ann Intern Med 2013; 159: 613 ), a Academia americana de Pediatria (AAP) recomenda a medida de pressão arterial de rotina a partir de uma visita de 3 anos. Além disso, a AAP recomenda o rastreamento desde o nascimento para lactentes e crianças mais jovens com condições médicas complexas específicas.

 

Em um artigo de revisão sobre diagnóstico e tratamento da hipertensão em crianças, o autor recomenda o seguinte para melhorar a prática clínica: o apoio à decisão clínica integrado nos prontuários eletrônicos, juntamente com a educação, vai ajudar os provedores a reconhecer sobre as tendências em leituras de pressão arterial em várias consultas. Se a hipertensão é suspeita, monitorização ambulatorial da pressão arterial durante 24 horas deve ser utilizada para confirmar o diagnóstico e descartar hipertensão do avental branco. A monitorização ambulatorial da PA também deve ser periodicamente usada para monitorar a terapia.

 

 

 

Aplicações Práticas

 

A despeito de não existirem evidências altamente fortes sobre o rastreio de hipertensão arterial em crianças, as recomendações da Academia Americana de Pediatria. Temos visto um crescente aumento de obesidade em crianças jovens, e isso pode estar associado ao surgimento de hipertensão arterial precocemente, o que pode gerar desfechos desfavoráveis no futuro. Enquanto não surgem evidências definitivas sobre o assunto, é razoável adotar a prática de rastreamento de hipertensão em pediatria. Se houver um sistema informatizado que cheque o valor de PA da criança frente ao percentil para idade e altura (que podem ser lançadas durante a consulta), isso se tornaria ainda mais fácil e automático. Além disso, médicos de família e pediatras devem receber educação a respeito do assunto.

 

 

Referências

 

Rao G.Diagnosis, epidemiology, and management of hypertension in children. Pediatrics 2016 Jul 12; [e-pub].

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal