FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eficácia da vacina para Herpes Zoster em adultos com mais de 70 anos

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 29/11/2016

Comentários de assinantes: 0

 

 

Contexto Clínico

Um ensaio (ZOE-50) envolvendo adultos com 50 anos de idade, ou mais, demonstrou que a vacina para o vírus herpes-zóster (HZ) foi associada com um risco da doença 97,2% inferior em relação ao risco no caso de uso de placebo. Este texto apresenta os dados de um segundo ensaio, realizado simultaneamente nos mesmos locais, o qual examinou a segurança e eficácia da vacina em adultos com 70 anos de idade ou mais.

 

 

O Estudo

Este foi um estudo randomizado (ZOE-70), controlado por placebo, de fase III, realizado em 18 países e envolvendo adultos de 70 anos de idade ou mais. Os participantes receberam duas doses da vacina HZ/su ou placebo (atribuído na proporção de 1: 1), administradas por via intramuscular, com 2 meses de intervalo entre uma e outra.

A eficácia da vacina contra o HZ e a neuralgia pós-herpética foi avaliada em participantes do ZOE-70 e em participantes reunidos a partir do ZOE-70 e do ZOE-50. No ZOE-70, 13.900 participantes avaliados (idade média de 75,6 anos) receberam HZ/su (6.950) ou placebo (6.950). Durante um período médio de acompanhamento de 3,7 anos, o HZ ocorreu em 23 vacinados e em 223 dos que receberam placebo (0,9 versus 9,2/1.000 pessoas-ano). A eficácia da vacina contra o HZ foi de 89,8% (IC 95%, 84,2-93,7; P <0,001), semelhante no caso dos participantes com 70 a 79 anos de idade (90,0%) e daqueles com 80 anos de idade ou mais (89,1 %).

Na análise de dados agregados dos participantes com 70 anos de idade ou mais no ZOE-50 e no ZOE-70 (16.596), a eficácia da vacina contra o HZ foi de 91,3% (IC 95%, 86,8-94,5; P <0,001), sendo que a da vacina contra a neuralgia pós-herpética foi de 88,8% (IC 95%, 68,7-97,1; P <0,001). Reações sistêmicas no período de 7 dias após a injeção foram mais frequentes entre os que receberam a vacina do que entre aqueles que receberam placebo (79,0% versus 29,5%). Eventos adversos graves, doenças imunomediadas, bem como mortes, ocorreram com frequências semelhantes nos dois grupos.

 

Aplicação Prática

 

Este é um excelente estudo. Demonstrou claramente a relevância do uso da vacina contra o HZ na população mais idosa. Apesar de não ser uma doença tradicionalmente associada a mortes, o HZ tem grande impacto em funcionalidade, sobretudo por conta da neuralgia pós-herpética que o paciente pode vir a desenvolver ou de outras complicações. Sendo assim, constata-se que a vacinação é bastante recomendada para pacientes com mais de 70 anos.

 

 

Bibliografia

 

Cunningham AL et al. Efficacy of the Herpes Zoster Subunit Vaccine in Adults 70 Years of Age or Older. N Engl J Med 2016; 375:1019-1032.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal