FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Desfecho Após 10 Anos para Diferentes Tratamentos para Câncer de Próstata Localizado

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 20/04/2017

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

Muito se discute sobre o tratamento do câncer de próstata, e há diferentes abordagens do assunto. A eficácia comparativa de tratamentos para essa doença, quando detectada pelo rastreamento pelo antígeno prostático específico (em inglês, prostatic-specific antigen [PSA]), permanece incerta.

 

O Estudo

Este é um estudo que comparou o controle ativo (observação clínica), a prostatectomia radical e a radioterapia (Rtx) para o tratamento de câncer de próstata clinicamente localizado. Entre 1999 e 2009, um total de 82.429 homens de 50 a 69 anos de idade realizaram um teste de PSA; 2.664 receberam um diagnóstico de câncer de próstata localizado e 1.643 concordaram em se submeter à randomização para monitoramento ativo (545 homens), para cirurgia (553) ou para Rtx (545). O desfecho primário foi a mortalidade por câncer de próstata em uma média de 10 anos de follow-up. Os desfechos secundários incluíram taxas de progressão da doença, metástases e todas as causas de morte.

Houve 17 óbitos totais por câncer de próstata: 8 no grupo de controle ativo (1,5/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 0,7-3,0), 5 no grupo de cirurgia (0,9/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 0,4-2,2) e 4 no grupo de Rtx (0,7/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 0,3-2,0); a diferença entre os grupos não foi significativa (P = 0,48 para a comparação global). Além disso, não foi observada diferença relevante entre os grupos no número de mortes por qualquer causa (169 mortes em geral; P = 0,87 na comparação entre os três grupos).

Constatou-se que se desenvolveram mais metástases em homens no grupo de controle ativo (33; 6,3 eventos/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 4,5-8,8) do que no grupo da cirurgia (13; 2,4/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 1,4-4,2) ou no grupo de Rtx (16; 3,0/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 1,9-4,9), com P = 0,004 para a comparação global. Houve maiores taxas de progressão da doença no grupo de controle ativo (112; 22,9 eventos/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 19,0-27,5) em comparação com o grupo da cirurgia (46; 8,9 eventos/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 6,7-11,9) ou de Rtx (46; 9,0 eventos/1.000 pessoas-ano; IC 95%, 6,7-12,0), com P <0,001 para a comparação global.

 

Aplicação Prática

Este estudo é muito importante, pois mostra o que ocorreu após 10 anos de seguimento para pacientes que receberam diagnóstico de câncer de próstata após rastreamento. Observa-se que a mortalidade específica por câncer de próstata foi baixa, independentemente do tratamento atribuído, sem diferença significativa entre os tratamentos. Apenas em desfechos secundários, houve algum benefício de cirurgia ou Rtx, que foram associadas com menor incidência de progressão da doença e metástases em relação ao grupo de vigilância ativa.

Isso demonstra, de forma indireta, que a detecção precoce do câncer de próstata não oferece impacto em mortalidade, e a modalidade de tratamento a que é submetido o paciente não influi nesse caso. Não constam, aqui, dados de eventos adversos experimentados nos grupos que passaram por cirurgia ou Rtx – o que é mais uma coisa para se ponderar.

 

Bibliografia

Hamdy FC et al. 10-Year Outcomes after Monitoring, Surgery, or Radiotherapy for Localized Prostate Cancer. N Engl J Med 2016; 375:1415-142.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal