FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Diferentes Tipos de Exercícios para Idosos Obesos

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 01/08/2017

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

Pacientes idosos tendem, naturalmente, a cursar com fragilidade uma síndrome multifatorial do ponto de vista de etiologias contribuintes. Um fator a ser destacado é a obesidade, que pode causar sérias limitações nos pacientes idosos. Contudo, fazer um idoso ter perda de peso pode acelerar a perda de massa muscular e óssea relacionada com a idade e a sarcopenia e osteopenia resultantes. Sendo assim, é importante pensar nas melhores estratégias de exercício físico para esse perfil de pacientes.

 

O Estudo

 

Este é um ensaio clínico que incluiu 160 idosos obesos, no qual foi avaliada a eficácia de vários modos de exercício na reversão da fragilidade e da prevenção da redução da massa muscular e óssea induzida pela perda de peso. Os participantes foram aleatoriamente designados para um programa de controle de peso mais um de três programas de exercícios - treinamento aeróbio, treinamento de resistência ou treinamento aeróbio e de resistência combinados - ou a um grupo controle (sem controle de peso ou programa de exercícios).

O desfecho primário foi a mudança na pontuação do Teste de Desempenho Físico da linha de base em 6 meses (escores variam de 0 a 36 pontos; maior pontuação indica melhor desempenho). Os resultados secundários incluíram alterações em outras medidas de fragilidade, composição corporal, densidade mineral óssea e funções físicas.

Um total de 141 participantes completou o estudo. A pontuação do Teste de Desempenho Físico aumentou mais no grupo de exercícios combinados do que nos grupos de exercício aeróbio ou de resistência (27,9 a 33,4 pontos [aumento de 21%] versus 29,3 a 33,2 pontos [aumento de 14%] e 28,8 a 32,7 pontos [aumento de 14%] com, respectivamente, P = 0,01 e P = 0,02 após correção de Bonferroni); os escores aumentaram mais em todos os grupos de exercícios do que no grupo controle (P <0,001 para comparações entre grupos).

O consumo máximo de oxigênio (mililitros por quilo de peso corporal por minuto) aumentou mais nos grupos de exercícios combinados e de exercícios aeróbicos (17,2 a 20,3 [aumento de 17%] e 17,6 a 20,9 [18% de aumento], respectivamente) do que no grupo de exercícios de resistência (17,0 a 18,3 [aumento de 8%]) ? P <0,001 para ambas as comparações. A força aumentou mais nos grupos de exercícios combinados e de exercícios de resistência (272 a 320kg [aumento de 18%] e 288 a 337kg [aumento de 19%], respectivamente) do que no grupo de exercícios aeróbicos (265 a 270kg [aumento de 4%]; <0,001 para ambas as comparações).

O peso corporal diminuiu 9% em todos os grupos de exercício, mas não se alterou significativamente no grupo de controle. A massa magra diminuiu menos nos grupos de exercícios combinados e de exercícios de resistência do que no grupo de exercícios aeróbicos (56,5 a 54,8kg [diminuição de 3%] e 58,1 a 57,1kg [diminuição de 2%], respectivamente, versus 55,0 a 52,3 kg [diminuição de 5%]), assim como a densidade mineral óssea no quadril (1,0g/cm2, 1,010 a 0,996 [diminuição de 1%] e 1,047 a 1,041 [diminuição de 0,5%], respectivamente, versus 1,018 a 0,991 [redução de 3%]), 0,05 para todas as comparações). Os eventos adversos relacionados ao exercício incluíram lesões musculoesqueléticas.

 

Aplicação Prática

 

Com base neste ensaio clínico, financiado pelo National Institute of Health, pode-se dizer que a perda de peso obtida por combinação de exercícios aeróbicos e de resistência foi a mais eficaz na melhoria do estado funcional de idosos obesos. Sendo assim, na orientação de um paciente mais idoso a perder peso, isso deve ser feito com orientação aos dois grupos de exercício para que sejam obtidos os melhores resultados funcionais.

 

Bibliografia

 

Villareal DT et al. Aerobic or Resistance Exercise, or Both, in Dieting Obese Older Adults. N Engl J Med 2017; 376:1943-1955.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal