FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Associação Entre Influenza e Infarto Agudo do Miocárdio

Última revisão: 16/04/2018

Comentários de assinantes: 0

Autor:

Pedro Henrique Ribeiro Brandes

 

 

Contexto Clínico

 

Além do conhecimento de que o infarto agudo do miocárdio (IAM) pode ser desencadeado por infecções respiratórias, a associação entre essa doença e influenza não tinha sido estabelecida exceto pela avaliação de evidências indiretas, como o aumento da incidência de infarto durante epidemias sazonais de gripe ou com quadros de síndrome gripal sem evidência laboratorial do vírus.

 

O Estudo

 

Neste estudo tipo série de casos autocontrolados, obtido a partir da população de Ontário, que desfruta de um programa de seguros de saúde que provê acesso universal a serviços de saúde, foram selecionados indivíduos maiores de 35 anos que tiveram comprovação laboratorial do vírus influenza a partir de uma coorte previamente publicada e que foram internados em serviço de saúde local com um diagnóstico primário de IAM ? obtido a partir do CID-10 do banco de dados de registros de alta hospitalar do Sistema Canadense de Informação em Saúde ? em um período de até 1 ano que antecedeu e sucedeu a amostra positiva para influenza.

O período de risco foi considerado a semana que sucede a identificação do vírus, enquanto o período de controle, as 52 semanas anteriores e 51 seguintes. Registros duplicados foram evitados se excluindo pacientes com amostras positivas em um período de até 14 dias da coleta inicial e pacientes com novo registro de internação por infarto em um período de até 30 dias do primeiro registro. Também foram excluídos casos que tiveram comprovação de influenza durante a admissão por IAM pela impossibilidade de se estabelecer a relação temporal entre exposição e desfecho.

Foram encontradas 364 internações por IAM de 332 pacientes com diagnóstico laboratorial confirmado de influenza. Essa amostra consistia de uma população com idade mediana de 77 anos (intervalo interquartil de 65 a 86 anos), sendo 48% do sexo feminino, 24% com internação pregressa por IAM, 88% de hipertensos, 49% diabéticos e 38% dislipidêmicos.

Vinte internações ocorreram dentro da semana de risco (20 internações/1 semana), enquanto 344 ocorreram no período de controle (344 internações/103 semanas, ou seja, 3,3 internações/semana), com uma razão de incidências de 6,05 (IC 95%, 3,86 a 9,5); essa associação se mantinha quando se considerava o período de risco entre 1 e 3 dias pós-diagnóstico de influenza (razão de incidências, 6,3; IC 95%, 3,25 a 12,22) ou entre 4 e 7 dias (razão de incidências, 5,78; IC 95%, 3,17 a 10,53).

Foram feitas análises de sensibilidade comparando exposições alternativas (amostra positiva para vírus sincicial respiratório ou outro vírus respiratório ou, ainda, infecção respiratória sem agente viral isolado), que também demonstraram aumento de incidência de infarto no período de risco, porém com razões de incidência inferiores à encontrada para influenza.

 

Aplicação Prática

 

Este estudo demonstrou uma associação positiva entre influenza e incidência de IAM, bem como de outros vírus e infecções respiratórios, em menor grau, reforçando que infecções respiratórias que demandem atenção médica e investigação laboratorial estão associadas a um risco aumentado de infarto. Tal resultado reforça a importância das campanhas de vacinação, em especial a populações de alto risco cardiovascular, não apenas para reduzir a incidência de infecções pelo vírus influenza, mas sobretudo para redução da morbimortalidade das complicações associadas a este.

 

 

Bibliografia

 

Kwong, Jeffrey C., et al. "Acute myocardial infarction after laboratory-confirmed influenza infection." New England Journal of Medicine 378.4 (2018): 345-353.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal