FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Comparação dos Resultados da Clortalidona VS Hidroclorotiazida no Tratamento da Hipertensão Arterial

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 13/05/2020

Comentários de assinantes: 0

 

Contexto Clínico

 

A diretriz de hipertensão da American College ofCardiology/American Heart Association 2017 recomenda diuréticos tiazídicos comouma das classes de tratamento de primeira linha. A hidroclorotiazida é o membromais comumente prescrito da classe, mas a Diretriz afirma que a clortalidona épreferida com base na meia-vida mais longa e na redução experimental comprovadade doença cardiovascular. No entanto, até onde sabemos, não existem grandesensaios clínicos randomizados e comparados comparando esses medicamentos,embora um esteja em andamento. Metanálises indiretas mostraram eficácia superiorda clortalidona, mas um grande estudo observacional mostrou eficáciaaproximadamente igual. Pequenos ensaios clínicos randomizados de curto prazomostraram apenas diferenças nominais em questões de segurança, comohipocalemia, mas outros estudos observacionais mostram pior perfil de segurançapara a clortalidona, com maiores taxas de hipocalemia e hiponatremia.

Metanálises indiretas da rede e estudosobservacionais tradicionais são mais vulneráveis ??a vieses, mas métodosanalíticos recentes estão fornecendo estratégias aprimoradas para mitigar esserisco. Essas estratégias incluem o equilíbrio de um grande número decovariáveis ??basais de pacientes para tornar os grupos de comparação maisequivalentes, usando muitos controles negativos para detectar e corrigir o viésresidual e testar a consistência entre fontes de dados heterogêneas. Apresentamos,a seguir, um estudo que se valeu dessas técnicas para comparar a clortalidona ea hidroclorotiazida em 55 resultados em 3 grandes bancos de dados observacionaisde pacientes dos Estados Unidos, de forma a avaliar a eficácia e a segurança daclortalidona e da hidroclorotiazida como terapias de primeira linha parahipertensão na prática do mundo real.

 

O Estudo

 

Trata-se de um estudo de coorte comparativo observacionale de geração de evidências em larga escala em uma rede de bancos de dados(LEGEND) com estratificação de escores de propensão em larga escala ecalibração de controle negativo e controle positivo sintético em bancos dedados de janeiro de 2001 até dezembro de 2018. Foram analisados ??episódios deatendimento ambulatorial e hospitalar de usuários iniciantes de monoterapiaanti-hipertensiva nos Estados Unidos, com base em dois bancos de dados e uma coletade prontuários eletrônicos. A análise começou em junho de 2018.

Os desfechos primários avaliados, comparandoclortalidona e hidroclorotiazida, foram infarto agudo do miocárdio,hospitalização por insuficiência cardíaca, acidente vascular cerebral isquêmicoou hemorrágico e um resultado composto de doença cardiovascular, incluindo ostrês primeiros, além de morte súbita cardíaca. Cinquenta e um resultados desegurança foram medidos.

De 730.225 indivíduos (idade média [DP], 51,5 [13,3]anos; sendo 450.100 mulheres [61,6%]), 36.918 receberam clortalidona ou prescriçãodesta e tiveram 149 eventos do resultado composto; 693.337 receberamhidroclorotiazida ou prescrição desta e tiveram 3.089 eventos do resultadocomposto. Não foi encontrada diferença significativa no risco associado deinfarto do miocárdio, insuficiência cardíaca hospitalar ou acidente vascularcerebral, com taxa de risco calibrada para o resultado cardiovascular compostode 1,00 para clortalidona em comparação com hidroclorotiazida (IC 95%,0,85-1,17). A clortalidona foi associada a risco significativamente maior dehipocalemia (razão de risco [HR], 2,72; IC 95%, 2,38-3,12), hiponatremia (HR,1,31; IC 95%, 1,16-1,47), insuficiência renal aguda (HR, 1,37; IC 95%,1,15-1,63), doença renal crônica (HR, 1,24; IC 95%, 1,09-1,42) e diabetes melitotipo 2 (HR, 1,21; IC 95%, 1,12-1,30). A clortalidona foi associada a riscosignificativamente menor de ganho de peso anormal diagnosticado (HR, 0,73; IC95%, 0,61-0,86).

 

Aplicação Prática

 

A principal limitação deste estudo é a possibilidadede haver alguns fatores de confusão, como diferenças nas características domédico que podem estar associadas à escolha do medicamento, uso concomitante deoutros medicamentos iniciados após a data índice e diferenças no erro demedição da pressão arterial.

Entretanto, as descobertas baseadas nos dadosatualmente disponíveis e nos avanços mais recentes na pesquisa observacionalnão apoiam o uso de clortalidona sobre a hidroclorotiazida. Este estudoconstatou que o uso de clortalidona não foi associado a benefícioscardiovasculares significativos quando comparado à hidroclorotiazida, o uso foiassociado a maior risco de anormalidades renais e eletrolíticas.

O que pode ser dito por ora é que não há evidênciasconsistentes para recomendar uma droga em detrimento da outra, como foi feitona diretriz da ACC/AHA, e que devemos aguardar ensaios clínicos randomizadosrobustos para ter essa definição. Assim, neste momento, não há motivoconsistente para optar por um ou outro tiazídico na prática clínica.

 

Bibliografia

 

1.            Hripcsak G, SuchardMA, Shea S, et al. Comparison of Cardiovascular and Safety Outcomes ofChlorthalidone vs Hydrochlorothiazide to Treat Hypertension. JAMA Intern Med. Published online February 17, 2020.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.