FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ectima

Última revisão: 31/05/2009

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Dermatologia na Atenção Básica de Saúde / Cadernos de Atenção Básica Nº 9 / Série A - Normas de Manuais Técnicos; n° 174 [Link Livre para o Documento Original]

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Políticas de Saúde

Departamento de Atenção Básica

Área Técnica de Dermatologia Sanitária

BRASÍLIA / DF – 2002

 

Ectima

CID-10: L08.0

 

DESCRIÇÃO DO ECTIMA

Infecção bacteriana mais profunda que o impetigo. Ocorre preferencialmente nos membros inferiores, havendo uma ou mais lesões. A lesão inicial, efêmera, é uma vesícula ou vésico-pústula que evolui com formação de úlcera superficial que logo forma crosta seca, dura e aderente. As lesões ocorrem mais freqüentemente nas pernas e pés. Podem curar com ou sem cicatrização. Tem duração de semanas ou meses.

 

SINONÍMIA

Piodermite.

 

ETIOLOGIA DO ECTIMA

Causada pelo Streptococus do grupo A ou Staphylococus aureus.

 

RESERVATÓRIO DO ECTIMA

O homem.

 

MODO DE TRANSMISSÃO DO ECTIMA

Pessoa a pessoa.

 

PERÍODO DE INCUBAÇÃO

Variável e indefinido. Em geral de 4 a 10 dias.

 

PERÍODO DE TRANSMISSIBILIDADE

Enquanto houver lesão ativa.

 

COMPLICAÇÕES DO ECTIMA

Septicemias.

 

DIAGNÓSTICO DO ECTIMA

Clínico e epidemiológico.

 

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

Úlceras de perna, leishmaniose cutânea, herpes simples e úlcera tropical.

 

TRATAMENTO DO ECTIMA

Remoção das crostas e limpeza, duas a três vezes ao dia, com água e sabão, ou água Dalibour ou permanganato de potássio 1/40.000, ou água boricada a 2%. Em seguida aplica-se pomada de antibióticos tipo neomicina, mupirocina, gentamicina. Se necessário introduzir eritromicina via oral na dose de 30-50 mg/kg/dia dividida de 6 em 6 horas; cefalexina 30 a 50 mg/kg/dia dividida em quatro tomadas, ou penicilina benzatina.

 

CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS DO ECTIMA

Doença de distribuição universal, incide com maior frequência em áreas com precárias condições de higiene pessoal. É mais frequente no verão. Na região Norte é muito freqüente durante o período da chuva

 

OBJETIVOS DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Não se aplica.

 

NOTIFICAÇÃO

Não é doença de notificação compulsória.

 

MEDIDAS DE CONTROLE DO ECTIMA

Higiene pessoal, em especial lavagem de mãos, desinfecção de ferimentos e machucados banais. Tratamento imediato dos casos iniciais.

 

Figura 1: Ectima.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal