FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

7 Imunizações

Última revisão: 02/09/2009

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Manual de Condutas Básicas na Doença Falciforme [Link Livre para o Documento Original]

Série A. Normas e Manuais Técnicos

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Atenção à Saúde

Departamento de Atenção Especializada

Coordenação da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados

Brasília / DF – 2006

 

7 Imunizações

Como conseqüência de processos vaso-oclusivos repetidos no baço, os doentes falciformes têm função esplênica diminuída (asplenia funcional), que leva a uma significativa redução na capacidade imunológica de combater infecções por diversos microrganismos. Dificuldade de opsonização faz com que esses pacientes sejam particularmente susceptíveis às infecções por Pneumococcus pneumoniae e Haemophilus influenza e (germes encapsulados).

A asplenia funcional é um fenômeno que ocorre progressivamente e, na maioria dos pacientes com Hb SS, é máxima em torno de 5 anos de idade. Como o baço é o maior e provavelmente o mais importante órgão linfóide, é de importância estratégica que se inicie um eficaz programa de imunizações no doente falciforme antes que se instale a asplenia funcional. Também devemos considerar que o doente falciforme, em um bom número de casos, pode necessitar de transfusões sangüíneas, acarretando um risco de doenças transmissíveis pelo sangue, dentre elas a Hepatite B. Portanto, é recomendável um programa de vacinação precoce, concomitante aos programas habituais de imunizações.

Recomenda-se o seguinte programa de vacinações:

 

           1 –     Programa normal quanto às vacinas Tríplice, Sabin, BCG e Tríplice viral;

 

           2 –     Vacina contra Haemophilus influenzae – três doses com intervalos mínimos de dois meses com um reforço aos 15 meses. Para as crianças com mais de 15 meses, fazer somente uma dose;

 

           3 –     Vacina contra a Hepatite B (recombinante ) – três doses sendo as duas primeiras com intervalo mínimo de um mês e a terceira, seis meses após a primeira;

 

           4 –     Vacina contra o Streptpcoccus pneumoniae

polissacáride – uma dose após 2 anos de idade com um reforço cinco anos após a primeira dose; Heptavalente – três doses com intervalos mínimos de dois meses. Iniciar junto com a vacina contra Haemophilus influenzae;

 

           5 –     Profilaxia com Penicilina Benzatina ou V oral dos 4 meses até 5 anos de idade conforme o seguinte esquema:

 

F Penicilina V oral:

3 meses – 2 anos: 125 mg 2 x/dia

2 – 5 anos: 250 mg 2x/dia

 

F Penicilina Benzatina:

3 meses – 2 anos: 300.000 UI 28/28 dias

2 – 5 anos: 600.000 UI 28/28 dias

 

O uso sistemático desse programa vacinal associado ao uso de penicilina profilática tem demonstrado uma redução drástica na incidência e na mortalidade por infecções causadas por germes encapsulados.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal