FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

13 Gravidez e Contracepção

Última revisão: 02/09/2009

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Manual de Condutas Básicas na Doença Falciforme [Link Livre para o Documento Original]

Série A. Normas e Manuais Técnicos

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Atenção à Saúde

Departamento de Atenção Especializada

Coordenação da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados

Brasília / DF – 2006

 

13 Gravidez e Contracepção

Na doença falciforme, a gravidez promove maior risco para a gestante e o aborto espontâneo ocorre freqüentemente. Os riscos, no entanto, não são tão grandes a ponto de contra-indicar uma gravidez desejada. Todas as mulheres devem, porém, ser informadas desses riscos.

O acompanhamento pré-natal deve se iniciar precocemente e deve ser feito conjuntamente por obstetra e hematologista. Preferentemente, as consultas devem ser muito freqüentes: a cada duas semanas até 36 semanas e então semanalmente até o parto.

Deve ser feita a pesquisa de anticorpos irregulares de acordo com a história transfusional prévia. As mães aloimunizadas devem ser minuciosamente acompanhadas, inclusive com determinação da tipagem sangüínea, administração de imunoglobulina Rh e, se necessário, realizar aminiocentese para avaliar o desenvolvimento fetal e concentração de bilirrubinas.

O crescimento fetal deve ser monitorizado com ultra-sonografia e a vitalidade com cardiotocografia periódica.

Deve ser feito o estudo do cônjuge com eletroforese de hemoglobina. Se ele é traço falcêmico ou portador de outras hemoglobinopatias, os pais devem ser orientados sobre a possibilidade do feto apresentar doença falciforme.

A suplementação com ácido fólico é recomendada na dose de 1 a 5 mg/dia. A transfusão profilática não está indicada. Na anemia grave com queda de mais de 30% da Hb de base, a transfusão está recomendada.

No pós-parto o sangramento deve ser monitorizado amiúde para evitar a anemia grave. O tromboembolismo pode ser evitado promovendo uma hidratação adequada e deambulação precoce.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal