FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Medicamentos para Tratamento de Tracoma

Última revisão: 16/09/2015

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2010

 

       Medicamentos para o tratamento do tracoma

Marcus Tolentino Silva

 

O tracoma é afecção inflamatória ocular, uma ceratoconjuntivite crônica recidivante que, em decorrência de infecções repetidas, produz cicatrizes na conjuntiva palpebral superior, que podem levar à formação de entrópio (pálpebra com a margem virada para dentro do olho) e triquíase (cílios em posição defeituosa nas bordas da pálpebra, tocando o globo ocular). O atrito poderá ocasionar alterações da córnea, provocando graus variados de opacificação, que podem evolver para a redução da acuidade visual e até a cegueira1.

Alguns dados epidemiológicos apontam a endemicidade do tracoma em todo o território brasileiro2. A Organização Mundial da Saúde, por meio da estratégia SAFE – que dentre as ações inclui o uso de antibióticos –, coloca como meta a erradicação do tracoma até 20203. No que se refere ao tratamento do tracoma, provas apontam os prováveis benefícios de se lavar o rosto em associação ao uso tópico da tetraciclina; e a incerteza na utilização de antibióticos orais e tópicos4. A antibioticoterapia é indicada para afetados com formas ativas do tracoma: inflamatório folicular e/ou inflamatório intenso1.

Azitromicina é um macrolídeo que contém nitrogênio com ação e estrutura semelhante a eritromicina5. Provas decorrentes de grandes ensaios clínicos sugerem que sua administração no controle de regiões endêmicas pode ser uma estratégia de erradicação do tracoma6, 7 (ver monografia, página 414).

Tetraciclina é um antibacteriano bacteriostático de amplo espectro de atividade que pode ser usado em várias infecções 5. As provas quanto ao tratamento no tracoma são mais consistentes quando a apresentação tópica está associada à prática de se lavar o rosto4 (ver monografia, página 603).

 

Referências

1.BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Guia de vigilância epidemiológica. 7. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

2.BRASIL. Ministério da Saúde. Doenças transmissíveis: tracoma. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. Disponível em: <http://portal2.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_ texto.cfm?idtxt=21926>.

3.WORLD HEALTH ORGANIZATION. Trachoma control: a guide for programme managers. Genebra: WHO, 2006. Disponível em: <http://www.who.int/blindness/ publications/tcm who_pbd_get_06_1.pdf>.

4.SOLOMON, A. W.; MABEY, D. C. W. Trachoma. BMJ Clin Evid., London, v. 12, p. 706, 2007.

5.SWEETMAN, S. (Ed.). Martindale: the complete drug reference. [Database on the Internet]. Greenwood Village: Thomson Reuters (Healthcare) Inc. Updated periodically. Disponível em: <http://www.periodicos.capes.gov.br>.

6.MELESE, M. et al. Comparison of annual and biannual mass antibiotic administration for elimination of infectious trachoma. J. Am. Med. Assoc.,Chicago, Il, v. 299, n. 7, p. 778-7784, 2008.

7.HOUSE, J. I. et al. Assessment of herd protection against trachoma due to repeated mass antibiotic distributions: a cluster-randomised trial. Lancet, London, v. 373, n. 9669, p. 1111-1118, 2009.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal