FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Não-específicos

Última revisão: 16/09/2015

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2010

 

8.1 Não-específicos

Bicarbonato de sódio tem função básica no tratamento de vários tipos de intoxicações, por meio de mecanismos e sítios de ação distintos. É agente tamponante que reage com íons de hidrogênio (prótons) para corrigir acidemia e acidose metabólica associada a intoxicação por metanol, etilenoglicol e outros agentes; promove a eliminação de certos fármacos ácidos (p. ex. ácido acetilsalicílico, fenobarbital) por alcalinização urinária; previne o dano tubular causado pela deposição de mioglobina em pacientes com rabdomiólise, assim como a precipitação na terapia com doses elevadas de metotrexato e a nefropatia por contrastes radiológicos; previne a cardiotoxicidade provocada por antidepressivos tricíclicos e outros fármacos por alteração do gradiente de sódio e alcalinização sanguínea (ver monografia, página 428).

A manutenção de pH sérico alto, alcançado com bicarbonato, pode prevenir a distribuição intracelular de salicilato e ácido fórmico (metabólito tóxico do metanol). Outras indicações são como adjuvante no tratamento de intoxicações por organofosforados e inalação de gás cloro, sem comprovação por estudos controlados.

O bicarbonato de sódio por deslocar o potássio intracelular é usado no tratamento da hiperpotassemia. Tal característica torna recomendável a monitoria e reposição de potássio durante a terapia com bicarbonato, especialmente na alcalinização urinária, onde os teores baixos de potássio podem aumentar excreção de prótons por maior afinidade na reabsorção renal.

Carvão vegetal ativado é um material poroso, muito adsorvente, que se liga a diversas substâncias, diminuindo sua disponibilidade para absorção sistêmica no trato gastrintestinal. É preparado a partir da combustão controlada de madeira, casca de coco e outros compostos orgânicos, seguida de ativação por aquecimento em altas temperaturas em presença de vários agentes, como vapor de água, dióxido de carbono ou ar, o que aumenta sua capacidade absorvente pela formação de canais de poros com grande superfície de contato.

O carvão ativado diminui a absorção sistêmica de vários agentes tóxicos, incluindo ácido acetilsalicílico, barbitúricos, paracetamol, fenitoína, antidepressivos tricíclicos e grande parte dos produtos inorgânicos ou orgânicos. Algumas substâncias não são adsorvidas pelo carvão, tais como álcoois, álcalis, ácidos e metais (sódio, potássio, ferro, lítio e magnésio).

Segundo recomendações atuais, a administração de carvão ativado não constitui rotina no manejo de pacientes intoxicados, mas deve ser considerada em casos de ingestões em potência tóxicas de agentes sabidamente adsorvidos pelo carvão. Contudo, não há provas de que a administração de carvão ativado melhore o desfecho clínico. Preferentemente, a administração deve ocorrer em até 1 hora após a exposição, mas pode haver algum benefício após este período (ver monografia, página 454).

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal