FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Dispnéia e derrame pleural

Autores:

Antonio F. de A. Cavalcanti

Médico Assistente do Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Euclides F. de A. Cavalcanti

Médico Colaborador da Disciplina de Clínica Médica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 22/03/2009

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico e Radiografia do Paciente

            Paciente com insuficiência respiratória e provável derrame pleural bilateral à radiografia de tórax. Solicitado exame ultra-sonográfico na beira do leito para marcar na pele os locais de punção esvaziadora dos derrames para melhorar as condições respiratórias do paciente.  Após a drenagem do lado direito, foi realizado punção do lado esquerdo com saida de sangue.

 

O que aconteceu?

Qual o erro que não se deve cometer num caso como esse?

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diagnóstico

            Nunca se deve marcar os dois lados ao mesmo tempo quando se realizar uma drenagem de tórax. Você deve esperar esvaziar primeiro um lado, esperar a redistribuição dos órgãos no interior do tórax e, depois, marcar o local da punção do outro lado. Neste paciente foi drenado o lado direito do tórax, mudando a posição dos órgãos. A punção do lado esquerdo foi feita no baço, que ocupou posição mais alta.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal