FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eletrocardiograma 29

Autores:

Fernando de Paula Machado

Médico pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Residência em Clínica Médica no Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP). Residência em Cardiologia pelo Instituto do Coração (InCor) do HC-FMUSP. Médico Diarista do Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libânes.

Leonardo Vieira da Rosa

Médico Cardiologista pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Médico Assistente da Unidade de Terapia Intensiva do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Doutorando em Cardiologia do InCor-HC-FMUSP. Médico Cardiologista da Unidade Coronariana do Hospital Sírio Libanês.

Última revisão: 01/04/2019

Comentários de assinantes: 0

Quadro clínico

Homem de 60 anos com palpitações há 1 hora.

Eletrocardiograma do paciente

 

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Interpretação

 

1-     Ritmo regular, FC = 130

2-     Não se identificam ondas P (talvez “caindo” na metade da distância entre os 2 QRS – observado melhor em V4)

3-     QRS com duração aumentada (128ms) com desvio do eixo para a direita e para frente (onda R ampla em V1) à morfologia de Bloqueio de Ramo direito. Chama a atenção a ativação inicial rápida (onda R ou Q inicial).

4-     Alteração de repolarização ventricular difusa (onda T invertida).

 

Diagnóstico

Taquicardia de QRS largo.

 

Comentários

            Deve-se fazer o diagnóstico diferencial entre taquicardia supraventricular (TSV) com condução aberrante e taquicardia ventricular (TV). Se utilizássemos os critérios de Brugada, faríamos o diagnóstico de TV pelo critério morfológico (padrão de BRD com R puro). Se utilizássemos os critérios de Vereckei (utiliza apenas a derivação AVR), faríamos o diagnóstico de TV pelo primeiro critério (AVR com R inicial). Entretanto, este paciente encontrava-se estável e sabia do diagnóstico de flutter atrial paroxístico, em uso de anticoagulante oral. Como não estava em jejum (para realizar cardioversão elétrica), foi realizada adenosina 6mg IV e obtido o seguinte traçado:

 

            Neste traçado observa-se a interrupção da condução atrioventricular com ausência de complexos QRS e aparecimento de ondas “f” na freqüência de 300 bpm, compatível com flutter atrial.

 

            O eletrocardiograma abaixo é o basal do paciente após reversão para ritmo sinusal.

 

            Observar a presença de bloqueio de ramo direito e BDAS (bloqueio divisional da divisão Antero-superior), com morfologia do QRS idêntica à da taquiarritmia.

 

            Nas taquicardias com complexo QRS largo estáveis sempre realizar um ECG de 12 derivações para interpretação adequada. Os critérios de Brugada são classicamente utilizados e recentemente foram descritos critérios utilizando apenas a derivação AVR.

 

Critérios de Brugada





Critérios de Vereckei (analisar derivação AVR)



 

            Nas taquicardias supraventriculares estáveis de QRS largo, deve se possível realizar cardioversão elétrica ou propafenona IV. Na certeza de TSV pode-se realizar manbra vagal, adenosina, betabloqueador ou bloqueador de canal de cálcio para tentar suprimir a arritmia.

 

Complemente revendo os links no nosso site abaixo

 

  • ECG 11
    (
    http://www.medicinanet.com.br/conteudos/casos/1349/eletrocardiograma_11.htm)
  • Taquiarritmias nas Coronariopatias
    (
    http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1636/taquiarritmias_nas_coronariopatias.htm).
  • Conecte-se

    Feed

    Sobre o MedicinaNET

    O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

    Medicinanet Informações de Medicina S/A
    Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
    Porto Alegre, RS 90.040-340
    Cnpj: 11.012.848/0001-57
    (51) 3093-3131
    info@medicinanet.com.br


    MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

    Termos de Uso do Portal