FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cefaléia e confusão mental

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 20/04/2009

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

            Paciente de 59 anos, masculino, hipertenso e diabético, procura PS relatando que está com enjôos e cefaléia intensa há 1 dia. Realizou cateterismo cardíaco eletivo há 5 dias. Ao exame físico se apresenta em Glasgow: 14 (sonolento, abre os olhos aos chamados), PA: 188x90 mmHg, FC:76 bpm, FR: 14cpm, T: 36,8oC, Dextro 198, exame pulmonar, cardíaco e abdominal normais. Uma das suspeitas diagnósticas foi encefalopatia hipertensiva, que motivou um fundo de olho. Não foi achado nenhum sinal de edema de papila, entretanto foi visto o seguinte:

 

Qual o significado deste achado clínico?

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diagnóstico

            Ao fundo de olho verificamos a presença de uma Placa de Hollenhorst , que é um êmbolo de colesterol de aspecto amarelado na arteríola retiniana. Este é um achado que não se relaciona com sintomas, entretanto seu significado é a presença de embolização de colesterol.

            Este paciente também apresentou nos exames complementares a presença de Insuficiência Renal Aguda. A sintomatologia apresentada na queixa pelo paciente foi devida à uremia. Somando estes achados, devemos imaginar que se trata de um caso de Doença Ateroembólica, que é uma causa de IRA.

 

A doença ateroembólica, que não tem tratamento específico, é caracterizada por:

 

         Perda de função renal após evento desencadeante: manipulação de grandes vasos (Arteriografia, Angioplastia, Cirurgia)

         Sinais de embolização extra-renal (como por exemplo: Placas de Hollenhorst, livedo reticular, etc)

         Achados de exames laboratoriais: eosinofilia, eosinofilúria e hipocomplementenemia

         Diferencial com IRA por contraste: visto na evolução: função renal tem recuperação incompleta com curso oscilante na doença ateroembólica

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal