FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eletrocardiograma 50

Autores:

Fernando de Paula Machado

Médico pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Residência em Clínica Médica no Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP). Residência em Cardiologia pelo Instituto do Coração (InCor) do HC-FMUSP. Médico Diarista do Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libânes.

Leonardo Vieira da Rosa

Médico Cardiologista pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Médico Assistente da Unidade de Terapia Intensiva do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Doutorando em Cardiologia do InCor-HC-FMUSP. Médico Cardiologista da Unidade Coronariana do Hospital Sírio Libanês.

Última revisão: 01/04/2019

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

Paciente com antecedente de insuficiência cardíaca em consulta para avaliação de marcapasso.

 

Eletrocardiograma

 

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diagnóstico

            Eletrocardiograma demonstrando cardiomioestimulação (interação de marcapasso + músculo cardíaco + músculo esquelético) com FC de 75 bpm e com  freqüência de acoplamento de 2:1,  uma sequência de pulso é liberada cada 2 batimentos cardíacos.

A estimulação caracteriza-se pela sincronização da contração muscular com a sístole ventricular, considerando-se a abertura da valva aórtica e os tempos de abertura e fechamento da valva pulmonar. O pulso ventricular é liberado após o retardo atrioventricular, promovendo uma sequência de pulso para estimular o músculo esquelético.

Este sistema funciona com três eletrodos, dois deles são destinados à estimulação do músculo esquelético e, o outro, normalmente epimiocárdico, é usado para detecção de sinais próprios do coração que comandam a estimulação do músculo esquelético. Quando necessário o eletrodo cardíaco pode também estimular o miocárdio exercendo, nesse caso, a função de marcapasso.

 

Cardiomioplastia

Cirurgia destinada a melhorar o bombeamento do sangue exercido pelo coração quando as paredes musculares de seus ventrículos estão com sua capacidade contrátil muito diminuída devido a sucessivos infartos ou miocardites. Tal cirurgia consta da dissecção do músculo grande dorsal da parede do tórax e de sua introdução no interior da caixa torácica utilizando-o para envolver o coração a fim de comprimir ritmicamente os ventrículos a cada batimento cardíaco. Um equipamento eletrônico, denominado marcapasso, implantado abaixo da pele e ligado ao músculo grande dorsal permite sua contratação rítmica.

 

Figura 1: esquema demonstrativo do funcionamento do cardiomioestimulador e sua interação com o músculo esquelético e o coração

 

Os efeitos sobre o desempenho cardíaco traduzem-se pelo aumento da função ventricular, que possivelmente ocorre, no caso, por transferência de energia propulsora do músculo grande dorsal. Isso contribui para a diminuição da tensão da parede ventricular, aliviando o ventrículo e, conseqüentemente, mantendo-o dentro do limite da sua reserva contrátil. A dilatação ventricular pode ser evitada pelo limite elástico do músculo grande dorsal, sem que haja restrição da complacência ventricular, evitando-se assim o aparecimento de arritmias e dilatações anulares das valvas mitral e tricúspide. A contração do músculo, de forma equânime e sincrônica sobre a parede ventricular dilatada, certamente, proporciona o aumento da função ventricular que é dependente das condições prévias do coração e da doença de base, sem sucesso em pacientes com miocardiopatia em fase muito adiantada, associada a grandes dilatações e a regurgitação mitral grave.

 

Figura 2: esquema do sincronismo da estimulação muscular com a abertura da valva aórtica. a) Abertura da valva aórtica; b) atraso da estimulação sincronizado com a abertura da valva aórtica; c) estimulação elétrica do músculo grande dorsal; d) amplitude de pulso; e) largura de pulso; f) intervalo de pulso.

 

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal