FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eletrocardiograma 73

Autores:

Fernando de Paula Machado

Médico pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Residência em Clínica Médica no Hospital das Clínicas da FMUSP (HC-FMUSP). Residência em Cardiologia pelo Instituto do Coração (InCor) do HC-FMUSP. Médico Diarista do Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libânes.

Leonardo Vieira da Rosa

Médico Cardiologista pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Médico Assistente da Unidade de Terapia Intensiva do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Doutorando em Cardiologia do InCor-HC-FMUSP. Médico Cardiologista da Unidade Coronariana do Hospital Sírio Libanês.

Última revisão: 01/04/2019

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

Homem de 59 anos, etilista, deu entrada no pronto socorro com tontura e dor epigástrica.

 

Eletrocardiogramas do paciente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diagnóstico

Bloqueio AV total na vigência de síndrome isquêmica aguda.

 

INDICAÇÃO  DE  MARCAPASSO - Estimulação Temporária

A estimulação cardíaca temporária é destinada a condições em que se deseja obter a estabilização hemodinâmica do paciente com auxílio do controle da freqüência cardíaca; seu emprego assume um caráter transitório e muitas vezes emergencial, seja porque as condições que ocasionaram a arritmia cardíaca são reversíveis, seja porque o marcapasso provisório será substituído por um sistema implantável.

A estimulação temporária é mantida por um gerador de pulsos externo e por intermédio de eletrodos do tipo externo ou transtorácicos (eletrodos colocados diretamente sobre o tórax do paciente e requerendo alta energia para estimulação do coração); eletrodos transvenosos (posicionados por via venosa e dirigidos ao endocárdio de ventrículo direito, requerendo baixa energia para estimulação); ou eletrodos epimiocárdicos (posicionados sobre o coração usualmente por toracotomia e também requerendo baixa energia para estimulação).

A estimulação temporária comumente está indicada em arritmias associadas a infarto agudo do miocário, após-operatório de cirurgia cardíaca, intoxicações medicamentosas ou exógenas, cirurgias de grande porte nos doentes com distúrbio do sistema de condução e nos pacientes com bradiarritmia, enquanto se aguarda implante do marcapasso definitivo. Além das bradicardias, taquiarritmias também podem requerer tratamento por marcapasso temporário.

As arritmias que preconizam o emprego de um marcapasso temporário em vigência do infarto do miocárdio são: bradicardia sintomática; bradicardia com arritmia ventricular importante; bloqueio A-V de 2º grau tipo Mobitz II; bloqueio A-V de segundo grau tipo Wencke.bach sintomático; bloqueio A-V total; bloqueio de ramo direito e bloqueio da divisão ântero-superior; bloqueio de ramo direito e bloqueio da divisão ântero-inferior; bloqueio de ramo esquerdo e bloqueio A-V de 1º. grau; bloqueio de ramo alternante. 

 

Tabela 1: Indicações de Marcapasso no IAM

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal