FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cisto Esplênico com Calcificação

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 06/06/2011

Comentários de assinantes: 0

Quadro clínico

           Paciente do sexo feminino, 60 anos de idade, ao realizar tomografia para investigação de possível tromboembolismo pulmonar, teve como achado um cisto esplênico com calcificação de seus limites. A paciente não tinha queixas que pudessem se relacionar com o achado de imagem.

 

Imagem de tomografia

Imagem 1 – Tomografia sem contraste

 

Imagem 2 – Tomografia com contraste

 

Diagnóstico

           Trata-se de uma imagem cística localizada no baço, com conteúdo homogêneo, mas com uma interessante característica: calcificação periférica, que se nota nas fases sem e com contraste.

           Este é um caso de cisto hidático. Estes cistos são causados pela forma larval de um parasita endêmico chamado de Echinococcus granulosus que normalmente é adquirido de cachorros infectados. A maior parte dos casos é assintomática, havendo manifestação de sintomas quando ocorrer compressão de outras estruturas. As complicações mais comuns são o rompimento do cisto com o desenvolvimento de peritonite e migração para outros órgãos e infecção bacteriana secundária. Os órgãos mais envolvidos são os pulmões e o fígado, mas pode se localizar em qualquer órgão, sendo o baço acometido em cerca de 2,5% dos casos.

           A conduta de escolha é esplenectomia associada ao uso de albendazol ou mebendazol.

 

Bibliografia

1.     Ozdogan M, Baykal A, Keskek M, Yorgancy K, Hamaloglu E, Sayek I. Hydatid cyst of the spleen: treatment options. Int Surg. 2001 Apr-Jun;86(2):122-6.

2.     Çabadak H et al. Giant hydatid cyst of spleen: a case report. Trop Doct 2009;39:248-9.

3.     Llatas J, Frisancho O, Vásquez J. Primary hydatid cyst of the spleen. Rev Gastroenterol Peru. 2010 Jul-Sep;30(3):224-7.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal