FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Homem de 32 anos com fraqueza muscular

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 11/12/2014

Comentários de assinantes: 0

Paciente com 32 anos de idade, do sexo masculino, com achado de PA: 180 x 115 mmHg e fraqueza muscular. Procurou o PS com estas queixas e realizou ECG que demonstrou o achado  abaixo:

 

 

 

O ECG revela o achado de ondas U sugestivas da presença de hipocalemia, outro achado sugestivo de hipocalemia é a presença de ondas T achatadas. A dosagem de potássio sérico foi de 1,4 meq/l. O paciente recebeu reposição de potássio com melhora eletrocardiográfica.

Considerando o diagnóstico diferencial deste paciente, uma das principais hipóteses seria de hiperaldosteronismo primário, pois combina achados de hipertensão arterial em idade jovem com hipocalemia. Deve-se acrescentarentretanto, que embora esta seja a descrição clássica do hiperaldosteronismo primário,atualmente a maioria dos casos diagnosticados ocorrem sem hipocalemia e muitas vezes em pacientes assintomáticos, sendo hoje o hiperaldosteronismo primário considerado a principal causa de hipertensão secundária. Outra causa de hipertensão que evolui eventualmente com hipocalemia é a hipertensão renovascular.

O hiperaldosteronismo primário cursa com produção autônoma de aldosterona e com renina diminuída, pois esta produção autônoma suprime a produção de renina. Quando a relação entre os valores de aldosterona/valores de renina é maior que 20, a possibilidade do diagnóstico de hiperaldosteronismo passa a existir, quanto maior for esta relação maior é a probabilidade deste diagnóstico, sendo que em valores maiores que 50 a probabilidade do diagnóstico é maior que 90%.

O exame confirmatório é através de sobrecarga salina, que pode ser realizada por dieta ou com infusão salina de 2 litros de soro fisiológico a 0,9% em 2 horas, com dosagem de aldosterona após o final da infusão. Em indivíduos normais, a sobrecarga salina deveria suprimir a produção de aldosterona, caso continue aumentada indica produção autônoma de aldosterona confirmando o diagnóstico de hiperaldosteronismo primário.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal