FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Pólipo no cólon

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 29/03/2016

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

Paciente masculino, 70 anos, foi submetido a check-up de rotina, sendo incluída uma colonoscopia, que apresentou pólipo colônico. O paciente deseja saber mais sobre esse achado, e é seu papel explicar sobre o assunto ao paciente.

 

Imagem 1- Presença de pólipo no cólon.

 

 

Discussão

Um pólipo do cólon refere-se a uma protuberância dentro do lúmen da mucosa do cólon, que normalmente é plana. Os pólipos são geralmente assintomáticos, mas podem ulcerar e sangrar, causar tenesmo se no reto, e, quando muito grande, produzir obstrução intestinal.

Pólipos do cólon são geralmente classificados como não neoplásicas, hamartomatosos, neoplásicos (adenomas e carcinomas), serrilhados (os quais podem ser neoplásicos ou não neoplásicos), e submucosos (os quais podem ser neoplásicos ou não neoplásicos). Os pólipos hiperplásicos são os pólipos não neoplásicos mais comuns no cólon.

A síndrome de polipose serrilhada (anteriormente conhecida como síndrome de polipose hiperplásico) refere-se a uma condição caracterizada por múltiplos pólipos serrilhados, grandes e/ou proximais. Pacientes com síndrome de polipose serrilhada parecem estar em maior risco de câncer colorretal. Pólipos serrilhados são um grupo heterogêneo de pólipos com potencial maligno variável. Eles incluem pólipos hiperplásicos, adenomas serrilhadas tradicionais, e pólipos serrilhados sésseis (também conhecidos como adenomas sésseis serrilhados).

Pólipos hamartomatosos são pólipos que são constituídos por elementos de tecido normalmente encontrados nesse local, mas que estão crescendo em uma massa desorganizada. Pólipos juvenil, pólipos de Peutz Jeghers, síndrome de Cronkhite Canadá, são todos de pólipos hamartomatosos. Os pacientes com polipose juvenil e síndrome Peutz-Jeghers estão em risco aumentado para câncer.

Pólipos adenomatosos são pólipos neoplásicos. Cerca de dois terços de todos os pólipos do cólon são adenomas. Adenomas são displásicos por definição e, portanto, têm potencial maligno. Pólipos adenomatosos são classificados morfologicamente (sessil, pedunculado, plano, ou deprimido) e patologicamente (displasia de grau elevado ou baixo bem como tubular, viloso e tubuloviloso).

 

Referências

CRONKHITE LW Jr, CANADA WJ. Generalized gastrointestinal polyposis; an unusual syndrome of polyposis, pigmentation, alopecia and onychotrophia. N Engl J Med 1955; 252:1011.

 

Laiyemo AO, Murphy G, Sansbury LB, et al. Hyperplastic polyps and the risk of adenoma recurrence in the polyp prevention trial. Clin Gastroenterol Hepatol 2009; 7:192.

 

Lieberman DA, Rex DK, Winawer SJ, et al. Guidelines for colonoscopy surveillance after screening and polypectomy: a consensus update by the US MultiSociety Task Force on Colorectal Cancer. Gastroenterology 2012; 143:844

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal