FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Candidíase esofágica

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 13/04/2016

Comentários de assinantes: 0

Paciente de 45 anos de idade, com quadro de perda de peso e dor retroesternal há dois meses realizou endoscopia que demonstrou o resultado abaixo.

As lesões encontradas na endoscopia são placas esbranquiçadas em mucosa de trato digestivo, que levam à hipótese diagnóstica de candidíase esofágica. Diagnósticos diferenciais incluem infecção por citomegalovírus, herpes-vírus, esofagite medicamentosa e esofagite eosinofílica.

A candidíase esofágica é mais comum em pacientes imunodeprimidos, como aqueles com SIDA, em pacientes com candidíase oral e manifestações como disfagia pode ser realizado tratamento empírico de candidíase esofágica e caso sem resposta indica-se endoscopia. O tratamento é com fluconazol 200-400 mg no primeiro dia, seguido por 100-200 mg por 7 a 14 dias.

 

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal