FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Hérnia de Hiato

Última revisão: 18/07/2016

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

Mulher de 60 anos está em investigação de uma queixa de pirose retroesternal que tem sido de difícil controle com medicamentos. Sua endoscopia mostrava lesões esofágicas distais leves. O médico pediu radiografia simples de abdome também, mas ao ver a imagem optou por complementar com uma tomografia. É possível ver pela imagem 1 que a paciente apresenta uma hérnia de hiato. Observa-se o estômago presente dentro do tórax, logo abaixo do coração nesta visualização.

 

Imagem 1- Tomografia de abdome com hérnia de hiato

 

 

Discussão

Esta paciente apresenta uma hérnia de hiato, que refere-se a elementos da cavidade abdominal que herniam através do hiato esofágico do diafragma. As hérnias de hiato são classificadas de forma mais ampla como sendo hérnias por deslizamento e hérnias paraesofágicas. O esquema de classificação mais abrangente reconhece quatro tipos de hérnia de hiato:

Tipo I: hérnia deslizante – este tipo de hérnia de hiato é caracterizado pelo deslocamento da junção gastroesofágico (GE) acima do diafragma. O estômago permanece no seu alinhamento longitudinal habitual e o fundo permanece abaixo da junção GE.

Tipo II, III, IV: hérnias paraesofágicas - uma hérnia paraesofágica é uma verdadeira hérnia caracterizada por um deslocamento para cima do fundo gástrico através de um defeito na membrana frenoesofágica.

Estima-se que mais de 95% das hérnias de hiato são do tipo I (deslizante), com as hérnias tipo II, III e IV representando cerca de 5%. Das hérnias paraesofágicas, estima-se que mais de 90% sejam do tipo III e as menos prevalentes do tipo II. As estimativas da prevalência populacional de hérnias de hiato variam de 10 a 80% conforme o estudo.

Embora a etiologia da maioria das hérnias de hiato seja especulativa, trauma, má formação congênita e fatores iatrogênicos têm sido implicados em alguns pacientes com hérnias do tipo I (deslizante). As dos tipos II, III e IV (paraesofágicas) são uma complicação conhecida de dissecção cirúrgica do hiato como ocorre durante os procedimentos de antirrefluxo, esofagomiotomia, ou gastrectomia parcial.

A maioria das hérnias de hiato do tipo I (deslizante) é pequena  e assintomática. Quando há uma hérnia grande do tipo I podem ocorrer sintomas da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), incluindo azia, regurgitação e disfagia. As complicações são raras em pacientes com hérnia de hiato tipo I e estão normalmente relacionadas com refluxo.

Muitos pacientes com hérnias dos tipos II, III e IV (paraesofágicas) são também assintomáticos ou têm sintomas intermitentes. Os sintomas mais comuns são dor epigástrica ou subesternal ou plenitude pós-prandial, náuseas e vômito. Sintomas de DRGE são menos prevalentes em comparação com pacientes com uma hérnia de tipo I. A maioria das complicações de uma hérnia paraesofágica ocorre devido  a problemas mecânicos provocados pela hérnia e incluem o seguinte:

 

-Volvo gástrico;

-Sangramento, embora pouco frequente, a partir de úlceras gástricas, gastrite ou erosões na porção encarcerada da hérnia (lesões Cameron);

-Complicações respiratórias que podem resultar da compressão mecânica do pulmão.

 

Referências

Kohn GP, Price RR, DeMeester SR, et al. Guidelines for the management of hiatal hernia. Surg Endosc 2013; 27:4409.

 

Skinner DB, Belsey RH. Surgical management of esophageal reflux and hiatus hernia. Long­term results with 1,030 patients. J Thorac Cardiovasc Surg 1967; 53:33

 

Kaiser LR, Singal S. Diaphragm. In: Surgical Foundations: Essentials of Thoracic Surgery, Elsevier Mosby, Philadelphia, PA 2004. p.294

 

Kahrilas PJ. Hiatus hernia causes reflux: Fact or fiction? Gullet 1993; 3(Suppl):21.

 

Weston AP. Hiatal hernia with cameron ulcers and erosions. Gastrointest Endosc Clin N Am 1996; 6:671.

 

Allen MS, Trastek VF, Deschamps C, Pairolero PC. Intrathoracic stomach. Presentation and results of operation. J Thorac Cardiovasc Surg 1993; 105:253.

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal