FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Exantema Máculo-papular Após o Uso de Imatinib

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 31/10/2016

Comentários de assinantes: 0

 

 

Paciente de 26 anos de idade com diagnóstico de leucemia mieloide crônica chegou a fazer uso dehidroxiureia, sem boa resposta. Iniciou o uso de imatinib há 3 meses com resposta hematológica completa, mas apresentou as seguintes lesões cutâneas:

 

 

 

As lesões representam um exantema maculopapular associado à medicação imatinib. O leucograma realizado estava normal e o diagnóstico foi de reação exantematosa ao imatinib. As reações cutâneas são um dos efeitos adversos mais comuns de drogas ocorrendo em 1 a 15% dos tratamentos. A erupção cutânea relacionada com a droga é relatada para quase todos os medicamentos sujeitos à receita médica, normalmente em taxas superiores a 10 casos por 1.000 novos usuários. Essas reações podem variar de leves erupções assintomáticos até condições com risco de vida. Ocorrem em geral de 4 a 14 dias após a ingestãoo das medicações, mas muitas são idiossincráticas podendo ocorrer a qualquer momento e com qualquer dose. Os pacientes apresentam exantema maculopapular difuso e de distribuição simétrica composto de lesões roseadas que podem se aglutinar para formar placas. Embora as mucosas sejam geralmente poupadas, hiperemia sem formação de bolhas pode ocorrer nesses locais. O prurido é frequente, mas altamente variável, com o imatinib são descritas em alguns casos.

O tratamento é com a interrupção da medicação e anti-histamínicos e eventualmente glicocorticoides, considerando a importância do imatinib e sua eficácia no controle da leucemia mieloide crônica. Convém após 7 dias e avaliação com o imunologista, considerar o retorno da medicação, associando ou não medicação anti-histamínica. Em pacientes com exantema recorrente ou urticária, a terapia com dessensibilização do imatinib foi bem sucedida em uma série de caso de dez pacientes, o que é importante, pois a medicação é extremamente eficaz em pacientes com leucemia mieloide crônica.

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal