FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Paciente com Tosse e Febre Há 3 Semanas

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 16/05/2017

Comentários de assinantes: 0

Paciente com Tosse e Febre Há 3 semanas

 

Paciente do sexo masculino, de 44 anos de idade, com quadro de tosse e febre há 2?3 semanas; inicialmente, fez uso de levofloxacino, mas não apresentou melhora e, há 1 semana, apresenta dor no hemitórax esquerdo. Ao exame, apresentava: pressão arterial (PA), 95x65mmHg; frequência cardíaca (FC), 110bpm; ausculta respiratória diminuída em base E, com radiografia de tórax mostrando derrame pleural.

Realizou tomografia computadorizada (TC) de tórax, que mostrou imagem de derrame pleural com loculações. O exame do líquido pleural mostrou 18.000 leuc

ócitos com 82% de polimorfonucleares, com glicose de 7mg/dL, PH de 6,7, lactato desidrogenase (LDH) de 3.500 e proteína total do líquido pleural de 3,0g/dL. Os valores séricos de LDH eram de 1.200u/L, e proteínas, de 3,5g/dL.

 

A Figura 1 mostra a radiografia de tórax e a Figura 2, a TC.

 

Figura 1 - Radiografia de tórax.

 

TC: tomografia computadorizada.

Figura 2 - TC de tórax.

 

Esse caso é sugestivo de um quadro infeccioso pulmonar, provavelmente bacteriano. O paciente evoluiu, ainda, com dor torácica, e o achado de exame físico confirmou derrame pleural. A análise do líquido pleural mostrou que o líquido é um exsudato, pois a relação tanto da LDH pleural/sérica era superior a 0,6, e a relação proteína do líquido pleural/sérico era superior a 0,5, que são critérios para determinar o líquido como exsudato.

Esse exsudato é parapneumônico ? há uma citologia que mostra predomínio de leucócitos polimorfonucleares. A presença de glicose abaixo de 40mg/dL e PH abaixo de 7,0 (alguns autores usam ponto de corte de 7,2) confirma que o líquido parapneumônico é uma complicação; portanto, há necessidade de drenagem torácica.

A TC de tórax mostra loculações no líquido pleural, o que indica outros procedimentos para tratamento como pleuroscopia. A classificação dos derrames pleurais parapneumônicos é descrita no Quadro 1, reproduzida a seguir.

 

 Quadro 1

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal