FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Estreptoquinase

Última revisão: 24/05/2010

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>>> >>>>

>>Estreptoquinase>>>>>

>> >>>

>Caroline Batista Franco Ribeiro>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: itens 13.3 e 14.7>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÃO>>>>>>>

>      >>>Solução injetável a 750.000 UI e 1.500.000 UI.>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>1,2,4,5,6>>>>>>>>

>      >>>Tratamento de infarto agudo do miocárdio.>>>>

>>> >>>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>1,2,4,5>>>>>>>>

>      >>>Hemorragia recente ou hemorragia interna ativa, cirurgia de grande porte nos últimos 14 dias, trauma.>>>>

>      >>>Sangramento vaginal, gastrintestinal ou urinário nos últimos 21 dias.>>>>

>      >>>Acidente cerebrovascular hemorrágico identificado por tomografia cerebral, história de acidente cerebrovascular ou traumatismo craniano nos últimos 3 meses, neoplasia intracraniana, malformação arteriovenosa encefálica, convulsões.>>>>

>      >>>Hipertensão grave (acima de 200/120 mmHg), dissecção da aorta, pericardite e endocardite bacteriana.>>>>

>      >>>Defeitos de coagulação, diátese hemorrágica, uso concomitante de anticoagulantes orais ou heparina, contagem de plaquetas menor que 300.000/mm>3>.>>>>

>      >>>História recente de úlcera péptica, varizes esofágicas e colite ulcerativa, doença hepática grave (ver apêndice C).>>>>

>      >>>Pancreatite aguda, hipo- ou hiperglicemia.>>>>

>      >>>Doença pulmonar aguda com cavitação.>>>>

>      >>>Reações alérgicas prévias.>>>>

>      >>>Infarto do miocárdio prévio recente.>>>>

>> >>>

>>PRECAUÇÕES>1,2,4,5,6,190>>>>>>>>

>      >>>Risco de infecção próxima no local de trombo, cateter intravenoso ou cânula arteriovenosa.>>>>

>      >>>Angioplastia, cirurgia coronariana de reperfusão ou outro procedimento de revascularização podem ser necessários para fornecer proteção duradoura contra reoclusão.>>>>

>      >>>Risco de sangramento ante qualquer procedimento invasivo, incluindo injeção, punções arteriais e venosas.>>>>

>      >>>Em retinopatia diabética ou outra condição oftálmica pode haver risco de hemorragia da retina.>>>>

>      >>>Cautela com outros tratamentos antitrombóticos.>>>>

>      >>>Necessidade de monitorização do paciente antes, durante e após o tratamento com testes de coagulação (TTPA, TP, hematócrito, contagem de plaquetas), eletrocardiograma (no infarto agudo miocárdio), estados mental e neurológico e sinais vitais.>>>>

>      >>>Disfunção renal grave.>>>>

>      >>>Trombólise coronariana pode resulta em arritmias de reperfusão.>>>>

>      >>>Empregar com cuidado em pacientes com mais de 75 anos.>>>>

>      >>>Realizar teste intradérmico com 100 UI para predizer reação alérgica; se não houver resposta em 15-20 minutos, a dose terapêutica pode ser administrada.>>>>

>      >>>Monitorizar: concentração de fibrinogênio (mínimo aceitável de 1 g/L), tempo parcial de tromboplastina ativada, tempo de protrombina, contagem de plaquetas, hematócrito, sinais de sangramento.>>>>

>      >>>Categoria de risco gestacional (FDA): C (ver apêndice A).>>>>

>> >>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>1-6,191,192>>>>>>>>

>Adultos>>

>>Tratamento de Infarto Agudo do Miocárdio>>>>>>>

>      >>>1.500.000 UI, em dose única, por infusão intravenosa, durante 60 minutos.>>>>

>      >>>O tratamento deve ser iniciado dentro de 12 horas, idealmente dentro de 1 hora (o uso depois de 12 horas requer aconselhamento de especialistas). A diluição é feita com 150 mL de glicose a 5% após reconstituição.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>5>>>>>>>>

>      >>>Não é absorvida por via oral e retal e não deve ser administrada por via intramuscular.>>>>

>      >>>Início de ação: quase imediato.>>>>

>      >>>Meia-vida de eliminação: 83 minutos.>>>>

>      >>>Duração de ação: efeito fibrinolítico desaparece dentro de algumas horas; efeito anticoagulante: 12-24 horas após suspensão da administração.>>>>

>> >>>

>>EFEITOS ADVERSOS>1,2,4-6>>>>>>>>

>      >>>Acima de 10%: hipotensão, sangramento usualmente limitado ao local de injeção.>>>>

>      >>>1% a 10%: calafrios, febre (1-4%), reações alérgicas, náusea, vômito, hemorragia gastrintestinal ou geniturinária, anemia, dor muscular, edema periorbital, broncoespasmo, epistaxe, sudorese.>>>>

>      >>>Abaixo de 1%: necrose tubular aguda, anafilaxia (0,1%), embolia por colesterol, síndrome de Guillain-Barré, arritmias (particularmente no infarto do miocárdio), hemorragia interna, incluindo hemorragia intracraniana.>>>>

>> >>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>1,5>>>>>>>>

>      >>>Aumento de risco de sangramento com: antiplaquetários, outros trombolíticos, anticoagulantes.>>>>

>      >>>Ácido acetilsalicílico e heparina têm sido usados conjuntamente com estreptoquinase na maioria dos pacientes.>>>>

>>> >>>>

>>ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES>4,5>>>>>>>>

>      >>>Orientar o paciente para a importância de informar sobre sangramento localizado, presença de hematúria, epistaxe, hematomas inexplicáveis, sibilos ou dispnéia, erupção cutânea, prurido, edema na face, língua e lábios.>>>>

>      >>>Alertar para notificar se for necessário empregar outros medicamentos.>>>>

>      >>>Recomendar repouso estrito no leito e outras medidas para minimizar sangramento.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>4-6>>>>>>>>

>      >>>Manter à temperatura ambiente, entre 15 a 30°C.>>>>

>      >>>A reconstituição deve ser feita imediatamente antes de usar.>>>>

>      >>>Se não for empregada imediatamente após, armazenar a solução a 2-8°C. Descartá-la se não for usada no prazo de 8 horas.>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal