FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Editorial MedicinaNET – Junho2012

Última revisão: 19/06/2012

Comentários de assinantes: 0

Editorial – Junho/ 2012

 

A discussão sobre o excesso de intervenções em saúde ganhou o noticiário leigo nos EUA no mês de abril (The New York Times – Doctors Panels Urge Fewer Routine Tests). A notícia trata de uma recomendação de 9 sociedades de especialistas dos EUA feita aos médicos para reduzir a utilização de 45 exames e procedimentos frequentemente utilizados em situações para as quais não existem fortes evidências de benefício.

Esta recomendação faz parte de uma iniciativa educacional lançada pela ABIM Foundation (Fundação da Associação Americana de Medicina Interna) chamada Choosing Wisely (escolhendo com sabedoria). Esta iniciativa encoraja os médicos, os pacientes e outros profissionais ligados à saúde a pensar criticamente e a discutir procedimentos médicos e exames que podem ser desnecessários e até causar malefícios. A iniciativa começou com o desenvolvimento, pelas 9 sociedades de especialistas, de listas com 5 exames e/ou intervenções (Five things physicians and patients should question) que resultaram na recomendação conjunta de 45 exames/intervenções.  

Dentre as recomendações para a não realização rotineira estão:

 

1.      Não solicitar tomografia computadorizada (TC) de seios da face ou prescrever antibióticos indiscriminadamente para rinossinusite aguda não complicada.

2.      Não solicitar exames de imagem para dor lombar baixa dentro das primeiras 6 semanas do quadro, a menos que existam sinais de alerta.

3.      Não solicitar densitometria óssea para mulheres com menos de 65 anos e homens com menos de 70 anos de idade sem fatores de risco.

4.      Não solicitar eletrocardiograma anual ou qualquer outro tipo de exame de rastreamento cardíaco para pacientes de baixo risco.

5.      Não colocar stents em lesões não críticas durante cateterismo realizado por infarto agudo do miocárdio com supra de ST hemodinamicamente estável.

6.      Não solicitar imagem (TC ou ressonância magnética) do sistema nervoso central na avaliação de pacientes com síncope simples e exame neurológico normal.

7.      Não solicitar radiografia de tórax como exame pré-operatório na ausência de suspeita clínica de doença intratorácica.

8.      Não realizar imagens para cefaleia não complicada.

9.      Não repetir qualquer método de rastreamento de câncer de cólon pelos 10 anos seguintes a uma colonoscopia normal em indivíduos de risco médio.

10.   Em pacientes com dor abdominal funcional (critério de ROMA III), a TC de abdome não deve ser repetida, a menos que haja uma grande mudança nos sintomas ou nos achados clínicos.

 

O MedicinaNET tem se pautado por uma visão crítica em relação aos procedimentos e intervenções em saúde, sempre ressaltando a necessidade de comprovação de um benefício maior que os potenciais malefícios de qualquer intervenção, seja ela terapêutica, diagnóstica ou preventiva. Por mais simples e benéfica que uma recomendação em saúde possa parecer, ela sempre apresenta inconvenientes que podem ser desde pequenos e desprezíveis até efeitos colaterais graves, incluindo morte ou incapacidade.

Sendo assim, essa iniciativa nos EUA é muito bem-vinda. Esperamos que, como acontece com várias práticas norte-americanas, esta salutar iniciativa também ganhe a simpatia das sociedades brasileiras de especialistas para lançarem iniciativas semelhantes no Brasil. Isso teria um grande impacto na saúde, sobretudo nos serviços privados, onde a maioria destas intervenções é realizada rotineiramente como se fosse a melhor prática médica, e também nos serviços públicos que, embora estejam paradoxalmente protegidos do excesso de intervenções em virtude da dificuldade de acesso e falta de recursos, tentam reproduzir as práticas dos serviços privados como ideal de boas práticas médicas.

 

Boa leitura!

 

Os editores

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.