FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Citarabina

Última revisão: 14/06/2010

Comentários de assinantes: 0

Citarabina (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa). Informações sobre posologia, indicações, contra-indicações, efeitos colaterais/adversos, interações medicamentosas e formas de administração.

 

REFERÊNCIA

ARACYTIN (Pfizer)

 

GENÉRICO

Não

 

SIMILAR

CITARAX (Blausigel)

 

USO INJETÁVEL

Injetável (pó) 100 mg

ARACYTIN

 

Armazenagem Antes de Aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

 

O QUE É

A Citarabina é antineoplásico; imunossupressor [pirimidina (análogo); antimetabólito; outros nomes genéricos utilizados: arabinosídeo citosina; ARA-C].

 

PARA QUE SERVE

Leucemia linfocítica aguda; leucemia mielocítica aguda; leucemia mielocítica crônica; linfoma não Hodgkin.

 

COMO AGE

A Citarabina inibe uma enzima (a DNA polimerase) e incorpora-se ao DNA e RNA. Age especificamente durante a fase S da divisão celular.

 

COMO SE USA

Uso Injetável

Via Subcutânea – Citarabina (pó) 100 mg

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Água Bacteriostática para Injeção.

Volume: 5 mL.

Estabilidade após reconstituição com Água Bacteriostática para Injeção: temperatura ambiente (15-30°C): 48 horas.

ATENÇÃO: se a solução desenvolver uma ligeira nuvem, deve ser descartada.

 

Via Intravenosa Direta – Citarabina (pó) 100 mg

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Água Bacteriostática para Injeção.

Volume: 5 mL.

Estabilidade após reconstituição com Água Bacteriostática para Injeção: temperatura ambiente (15-30°C): 48 horas.

ATENÇÃO: se a solução desenvolver uma ligeira nuvem, deve ser descartada.

 

Infusão Intravenosa – Citarabina (pó) 100 mg

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Água Bacteriostática para Injeção.

Volume: 5 mL.

Estabilidade após reconstituição com Água Bacteriostática para Injeção: temperatura ambiente (15-30°C): 48 horas.

ATENÇÃO: se a solução desenvolver uma ligeira nuvem, deve ser descartada.

 

DILUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%.

Concentração: 0,5 mg/mL.

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9%: temperatura ambiente (15-30°C): 7 dias.

TEMPO DE INFUSÃO: 30 minutos.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

Adultos

Leucemia Não Linfocítica Aguda

Indução com 100 mg por metro quadrado de superfície corporal por dia nos dias 1 a 7 ou 100 mg por metro quadrado de superfície corporal cada 12h nos dias 1 a 7.

 

Leucemia Meníngea

Via Intratecal: 5 a 75 mg por metro quadrado de superfície corporal de 1 vez por dia durante 4 dias, ou 1 vez cada 4 dias.

 

Crianças

Ver protocolos de quimioterapia.

 

Recém-natos

Segurança e eficácia não estabelecidas.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

Risco na Gravidez

Risco D: Há evidências de risco em fetos humanos. Só usar se o benefício potencial justificar o risco potencial, em situações de risco de vida ou em casos de doenças graves para as quais não se possa utilizar drogas mais seguras, ou se estas drogas não forem eficazes.

 

Amamentação

Não se sabe se é excretado no leite; não amamentar pelo potencial tóxico para a criança.

 

Não Usar o Produto

Catapora (varicela) existente ou recente; depressão da medula óssea; durante a gravidez; herpes zoster; infecção.

 

Avaliar Riscos x Benefícios

Pacientes que utilizam medicamentos mielossupressores (maior risco de infecções ou possíveis complicações hemorrágicas); função hepática reduzida (diminuição da dose usual); hiperuricemia (monitorar concentração sérica de ácido úrico).

 

Reações Mais Comuns (sem incidência definida)

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: febre.

CARDIOVASCULAR: inflamação e obstrução da veia.

GASTRINTESTINAL: náusea, vômito, diarreia, falta de apetite, ulceração anal.

HEMATOLÓGICA: megaloblastose.

PELE: erupção na pele.

 

Atenção ao Utilizar Outros Produtos

A Citarabina:

 

      Pode aumentar as taxas de ácido úrico; pode ser necessário ajustar as doses de: probenecida; sulfimpirazona.

      Pode ter aumentada suas ações depressoras de medula óssea com: outros depressores de medula óssea.

      Pode aumentar os riscos de cardiomiopatia de: ciclofosfamida (pode ocorrer morte).

      Pode aumentar os riscos de infecção com: ciclofosfamida; tacrolimus.

      Pode aumentar os riscos de reações adversas com: vacinas de vírus vivos.

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

      Crianças aparentemente toleram doses mais altas do que adultos.

      Pacientes costumam tolerar doses totais maiores (com menos depressão hematológica) quando recebem a medicação por via intravenosa rápida do que quando a recebem por infusão lenta (mas as náuseas e vômitos são mais graves na aplicação rápida).

      Adotar métodos eficientes para evitar a gravidez durante o tratamento e por um período de 6 meses após o término da terapia.

      O uso profilático de um colírio à base de corticoide (dexametasona) pode reduzir de maneira significativa os efeitos colaterais nos olhos.

      Descontinuar o uso se a contagem dos granulócitos polimorfonucleares cair para menos de 1.000/mm3 e se a contagem de plaquetas cair para 50.000/mm3, durante a terapia de manutenção (não durante a terapia para indução da remissão).

      Tomar grande quantidade de líquidos.

      Não permitir o contato do paciente com portadores de infecções.

      Avisar imediatamente o médico se o paciente apresentar algum sangramento inesperado ou sinais de infecção (tosse, febre, inflamação da garganta).

      Alterações da posologia são necessárias em pacientes com trombocitopenia, leucopenia, doença hepática ou renal, bem como após radioterapia ou outra quimioterapia.

      Manter uma excelente higiene bucal para prevenir possíveis reações adversas na boca.

      Para reduzir as náuseas, dar antieméticos antes da administração deste produto.

      Paciente com contagem de plaquetas muito diminuída (trombocitopenia) não devem receber aplicação de injeções via intramuscular pela possibilidade de sangramentos.

      Suplementos de piridoxina (vitamina b6) podem ser administrados para prevenir neuropatias (embora não previnam neurotoxicidade).

      Descontinuar imediatamente o uso se o paciente apresentar intoxicações.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal