FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Teniposídeo

Última revisão: 02/08/2010

Comentários de assinantes: 0

Teniposídeo (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa). Informações sobre formas de administração, posologia, indicações, contra-indicações, efeitos colaterais/adversos e interações medicamentosas.

 

REFERÊNCIA

VUMON (Bristol-Myers-Squibb)

GENÉRICO

Não

 

USO INJETÁVEL

Injetável (solução) 50 mg/5 mL

VUMON

 

Armazenagem Antes de Aberto

Refrigeração (2-8°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

Aparência da solução: clara.

 

O QUE É

O tenoposídeo é um antineoplásico [podofilotoxina (derivado); inibidor mitótico].

 

PARA QUE SERVE

Câncer de bexiga; leucemia linfocítica aguda; linfoma de Hodgkin; linfoma não Hodgkin; neuroblastoma.

 

COMO AGE

O tenoposídeo inibe uma enzima interferindo com o DNA e impedindo as células de entrar em mitose.

 

COMO SE USA

Uso Injetável

ATENÇÃO: produto não vesicante, mas é irritante.

      Usar frascos de vidro ou bolsas plásticas de poliolefina; não usar recipientes de PVC; o Teniposídeo pode amolecer equipamentos plásticos e promover extravazamento.

 

Infusão Intravenosa

Teniposídeo (solução) 50 mg/5 mL

DILUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%.

Volume: para se obter uma concentração de 0,1 a 1 mg/mL.

Pode ocorrer precipitação se a solução diluída for submetida a agitação excessiva durante a preparação.

Aparência da solução diluída: pode apresentar uma leve opalescência.

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%: temperatura ambiente (15-30°C): 4 h.

Não colocar em geladeira.

 

TEMPO DE INFUSÃO: 30 a 60 minutos.

ATENÇÃO: interromper a infusão se a pressão sistólica cair para menos de 90 mm Hg.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

Adultos

Linfoma de Hodgkin; Linfoma Não Hodgkin; Leucemia Linfocítica Aguda; Câncer de Bexiga

50 a 100 mg por m2 de superfície corporal, via intravenosa, 1 ou 2 vezes por semana, durante 4 a 6 meses ou 40 a 50 mg por m2 de superfície corporal, diariamente, durante 5 dias. Repetir a cada 3 ou 4 semanas.

 

Neuroblastoma

130 a 180 mg por m2 de superfície corporal por dia, durante 1 semana.

 

Idosos

Podem ser mais propensos aos efeitos adversos do produto.

 

Crianças

Linfoma de Hodgkin; Linfoma Não Hodgkin; Leucemia Linfocítica Aguda; Câncer de Bexiga

130 mg por m2 de superfície corporal por semana, via intravenosa, aumentando para 150 mg por m2 de superfície corporal após 3 semanas e para 180 mg por m2 de superfície corporal após 6 semanas.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

Risco na Gravidez

Classe D: Há evidências de risco em fetos humanos. Só usar se o benefício potencial justificar o risco potencial, em situações de risco de vida ou em casos de doenças graves para as quais não se possa utilizar drogas mais seguras, ou se estas drogas não forem eficazes.

 

Amamentação

Não se sabe se o Teniposídeo é excretado no leite; pelo risco potencial de efeitos adversos na criança, não amamentar.

 

Avaliar Riscos X Benefícios

Diminuição da função do fígado; diminuição da função renal; hipoalbuminemia (volume de distribuição aumenta); sensibilidade ao produto ou ao óleo de rícino.

 

Reações Mais Comuns (sem incidência definida)

CARDIOVASCULAR: inflamação da veia.

GASTRINTESTINAL: diarreia, inflamação de mucosa, náusea, vômito.

HEMATOLÓGICA: diminuição de leucócitos no sangue, problema sanguíneo grave, diminuição de neutrófilos no sangue, diminuição das plaquetas no sangue, anemia.

PELE: extravasamento no local da injeção.

OUTRO: infecção.

 

Atenção ao Utilizar Outros Produtos

O Teniposídeo:

 

      pode aumentar a ação de: metotrexato.

      pode sofrer o aumento das reações adversas com: salicilato de sódio; sulfametizol; tolbutamida.

      pode aumentar o risco de depressão da medula óssea e apresentar dermatite e/ou mucosite graves com: outros depressores da medula óssea; radioterapia.

      pode sofrer aumento de reações adversas com: medicamentos causadores de discrasia sanguínea.

      pode aumentar o risco de reações adversas de: vacinas de vírus vivos.

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

      Tomar grande quantidade de líquidos durante o tratamento.

      Cuidado para não se machucar; evitar esportes ou situações que possam provocar lesões; avisar o médico se ocorrer sangramentos.

      Evitar contato com pessoa portadora de infecção.

      Evitar vacinas.

      Os cabelos voltam a crescer após a descontinuação do uso do produto.

      Monitorar a função hematológica.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal