FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Acitretina

ACITRETINA (ORAL) (substância ativa)

 

REFERÊNCIA

   NEOTIGASON (Roche)

 

GENÉRICO

   Não

 

USO ORAL

CÁPSULA 10 mg

    NEOTIGASON

 

CÁPSULA 25 mg

    NEOTIGASON

 

O QUE É

     Antipsoríase; antidisceratose [ácido retinoico (análogo); retinoide].

 

PARA QUE SERVE

     Psoríase grave (psoríase eritrodérmica; psoríase pustular); distúrbios graves da ceratinização (ictiose congênita; pitiriase rubra pilar; doença de Darier).

 

COMO AGE

     Mecanismo de ação desconhecido.

 

COMO SE USA

USO ORAL – DOSES

• doses em termos de ACITRETINA.

• com alimento; não mastigar o produto.

 

ADULTOS

Psoríase grave: 25 a 50 mg, em dose única diária; após 4 semanas, pode chegar ate 75 mg por dia, dependendo da resposta clínica e tolerabilidade. Manutenção: 25 a 50 mg, em dose única diária (pode chegar ate 75 mg por dia). Distúrbios graves da  ceratinização: 25 mg, em dose única diária; após 4 semanas, pode chegar ate 75 mg por dia, dependendo da resposta clínica e tolerabilidade. Manutenção: 10 a 50 mg, em dose única diária.

 

IDOSOS

Podem ser mais sensíveis as doses usuais do produto.

 

CRIANÇAS

• Só utilizar quando todas as alternativas terapêuticas já tenham sido esgotadas. Distúrbios graves da ceratinização: iniciar com 0,5 mg por kg de peso, em dose única diária; pode chegar, por curtos períodos, a 1 mg por kg de peso por dia, mas não ultrapassando 35 mg por dia. Manutenção: 20 mg ou menos, em dose única diária, em tratamento prolongado.

Psoríase: eficácia e segurança não estabelecidas.

 

LIMITE DE DOSE PARA CRIANÇAS: 35 mg por dia.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

RISCO NA GRAVIDEZ

    X (ver classificação página 8)

 

AMAMENTAÇÃO

   Não se sabe se e eliminado no leite; pela possibilidade de afeitos adversos na criança, não amamentar ate 2 a 3 anos após a interrupção do tratamento.

 

NÃO USAR O PRODUTO

   Durante a gravidez; hipersensibilidade a ACITRETINA ou outro retinoide; insuficiência hepática grave; insuficiência renal grave; mulher amamentando; mulher com potencial para engravidar (ver OUTRAS CONSIDERACOES IMPORTANTES); paciente com valores de lipídios sanguíneos anormalmente elevados.

 

AVALIAR RISCOS x BENEFÍCIOS

   Alcoolismo; criança; diabetes; distúrbio do metabolismo lipídico; obesidade.

 

REAÇÕES QUE PODEM OCORRER

Aterosclerose; boca seca; conjuntivite (que pode ocasionar intolerância ao uso de lentes de contato); descamação da pele; descamação na palma das mãos e planta dos pês; diminuição da visão noturna; dor articular; dor de cabeça; dor muscular; dor óssea; elevações reversíveis dos níveis séricos de triglicérides e colesterol (em tratamento com altas doses); elevações transitórias e reversíveis das transaminases e fosfatases alcalinas; hemorragia nasal; inflamação dos tecidos ao redor das unhas; piora dos sintomas da doença (no início do tratamento); problemas ósseos (hipertrofia óssea e calcificações); queda pronunciada de cabelo; rachadura dos lábios; unhas quebradicas.

 

ATENÇÃO COM OUTROS PRODUTOS

A ACITRETINA:

pode ocasionar aumento de pressão intracraniana com: tetraciclina (não associar, pois ela também pode aumentar essa pressão).

pode aumentar o risco de hepatite com: metotrexato (não associar, pois ele também aumenta o risco de hepatite).

não deve ser administrado junto com: vitamina A ou outro retinoide devido ao risco de hipervitaminose A.

pode reduzir a ação de: fenitoina.

pode aumentar a produção do metabólito etretinato (teratogênico) com: álcool.

pode inibir o metabolismo de: ciclosporina.

pode diminuir o efeito da: progesterona de pílulas anticoncepcionais de baixa dosagem.

não deve ser usado associado a: metotrexato; tetraciclina.

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

não são conhecidas ainda todas as consequências do tratamento a longo prazo com esse produto.

não ingerir bebida alcoólica (ou produtos contendo álcool) durante todo o  tratamento e ate 2 meses apos a interrupção do tratamento. O potencial teratogênico dura muito tempo se o álcool for consumido durante o tratamento com a ACITRETINA.

mulheres com potencial para engravidar não devem receber doações de sangue de pacientes que estiverem em tratamento com a ACITRETINA.

o produto e contraindicado para todas as mulheres com potencial de engravidar a menos que a paciente do sexo feminino satisfaça todas as seguintes condições:

• seja portadora de grave distúrbio de ceratinização resistente aos tratamentos convencionais.

• tenha boa compreensão e seja confiável para o cumprimento das instruções.

• seja capaz de cumprir as medidas anticoncepcionais obrigatórias,

confiáveis e sem falhas.

• seja informada por seu medico sobre o perigo de engravidar 4 semanas antes, durante o tratamento e ate 2 anos apos o término do tratamento.

• inicie o tratamento com o produto somente no 2o ou 3o dia do próximo período menstrual.

• apresente um teste de gravidez negativo 2 semanas antes de iniciar o tratamento (recomenda-se a repetição mensal do teste durante o tratamento).

seja informada por seu medico, verbalmente e por escrito: sobre o perigo de engravidar; as precauções a serem tomadas; o risco de ocorrer grave má-formação congênita do feto e as possíveis consequências se ocorrer gravidez durante o tratamento com o produto ou dentro de 2 anos apos a interrupção do tratamento.

• tome medidas contraceptivas eficazes e permanentes todas as vezes que o tratamento for repetido, independentemente do período de interrupção e continue com essas medidas contraceptivas por 2 anos apos o termino do tratamento.

• caso ocorra a gravidez, durante o tratamento ou ate 2 anos após o término do tratamento, ha um grande risco de má-formação muito grave do feto (ex.: exencefalia “cerebro exposto”).

• a doação de sangue de pacientes que utilizam esse produto e contraindicada durante o tratamento e ate 1 ano apos o seu término.

• a função hepática deve ser examinada antes do tratamento com este produto e a cada 1 ou 2 semanas durante os 2 primeiros meses apos o inicio do tratamento e a seguir a intervalos trimestrais.

Caso sejam obtidos resultados anormais, deve-se instituir avaliações semanais. Se a função hepática não retornar a normalidade ou, ao contrário, deteriorar-se, o tratamento deve ser suspenso.

Se isto ocorrer, recomenda-se continuar o controle da função hepática por pelo menos 3 meses.

• os níveis de triglicérides e de colesterol (valores em jejum) devem ser monitorados, especialmente em pacientes de alto risco (distúrbios do metabolismo lipídico; diabetes mellitus; obesidade; alcoolismo) e durante tratamentos prolongados.

• em pacientes diabéticos, os retinoides podem melhorar ou piorar a tolerância a glicose. Níveis de glicose no sangue devem, portanto, ser verificados mais  frequentemente que o usual no estágio inicial do tratamento.

• em tratamentos prolongados ha possibilidade de anormalidades ósseas. Se tais anormalidades ocorrerem, a continuidade do tratamento deve ser discutida com base em uma cuidadosa avaliação dos riscos e benefícios.

• evitar exposição ao sol e aos raios ultravioleta. Utilizar protetor solar e roupas que protejam bem o corpo.

• quando o produto for utilizado em crianças, os parâmetros de crescimento e desenvolvimento ósseo devem ser cuidadosamente monitorados pelo médico.

 

REMÉDIOS COM ACITRETINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Neotigason

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal