Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ampicilina

AMPICILINA (ORAL; INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

AMPLACILINA (Eurofarma); BINOTAL (Bayer)

 

Genérico

Apresentações assinaladas com G

 

Similar

AMPICILAB (Multilab); AMPICILASE (Teuto); AMPICILIL (Greenpharma); AMPLOCILIN (Aspen Pharma); BIPENCIL (Biochimico); CILINON (Ariston); NEO AMPICILIN (Neo Química); PARENZYME AMPICILINA (Medley); SIFCILINA (Sinterápico); UNI AMPICILIN (União Química)

AMPICILINA triidratada equivalente a AMPICILINA:

 

Uso oral

Cápsula 500 mg

AMPLACILINA; G

 

Comprimido 500 mg

BINOTAL; G

 

Comprimido 1 g

BINOTAL

 

Suspensão oral 250 mg/5 mL

AMPLACILINA; G

AMPICILINA sódica equivalente a AMPICILINA:

 

Uso injetável

Injetável (pó) 500 mg

AMPLATIL; G

 

Injetável (pó) 1 g

AMPLACILINA; AMPLATIL; G

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

 

O que é

Antibacteriano [aminopenicilina; betalactâmico].

 

Para que serve

Endocardite bacteriana; infecção biliar; infecção ginecológica; infecção intestinal; infecção obstétrica; infecção respiratória; infecção urinária; meningite bacteriana; septicemia; febre tifoide.

 

Como age

Inibe a síntese da membrana celular da bactéria; é bactericida. Biotransformação: no fígado (menos de 30%). Eliminação: principalmente urina; bile/fezes.

 

Como se usa

USO ORAL – DOSES

     doses em termos de AMPICILINA.

     com estômago vazio (pelo menos 1 hora antes ou 2 horas após refeição).

 

Adultos

     infecção em geral: 250 a 500 mg, cada 6 horas.

     febre tifoide: 25 mg por kg de peso a cada 6 horas.

     Limite de dose para adultos: 4 g por dia.

 

Idosos

     podem exigir doses menores em função da condição renal.

 

Crianças (suspensão oral) (infecção em geral)

     Com menos de 20 kg de peso: 50 a 100 mg por kg de peso por dia, divididos em doses a cada 6 ou 8 horas.

     Com 20 kg ou mais: mesmas doses de adultos.

 

USO INJETÁVEL

 

AMPICILINA (pó) 500 mg – VIA INTRAMUSCULAR

Reconstituição

     Diluente: Lidocaína 0,5 a 2%.

     Volume: 2 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h. Refrigeração (2-8ºC): 4 h.

     Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.

     ATENÇÃO: não administrar por via intravenosa o produto reconstituído com Lidocaína. 

 

AMPICILINA (pó) 500 mg – VIA INTRAVENOSA DIRETA

Reconstituição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção.

     Volume: 5 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h (reconstituído com Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção). Refrigeração (2-8ºC): 4 h (reconstituído com Cloreto de Sódio 0,9%).

     Tempo de injeção: 3 a 5 minutos, lentamente.

     ATENÇÃO: a administração mais rápida pode resultar em ataques convulsivos.

 

AMPICILINA (pó) 500 mg – INFUSÃO INTRAVENOSA

Reconstituição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção.

     Volume: 5 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h (reconstituído com Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção). Refrigeração (2-8ºC): 4 h (reconstituído com Cloreto de Sódio 0,9%).

 

Diluição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%.

     Volume: para se obter uma concentração de até 30 mg/ mL.

     Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9%: temperatura ambiente (15-30°C): 8 h. Refrigeração (2-8°C): 72 h.

     Tempo de infusão: 15 a 30 minutos.

 

AMPICILINA (pó) 1 g – VIA INTRAMUSCULAR

Reconstituição

     Diluente: Lidocaína 0,5 a 2%.

     Volume: 4 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h. Refrigeração (2-8ºC): 4 h.

     Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.

     ATENÇÃO: não administrar por via intravenosa o produto reconstituído com Lidocaína.

 

AMPICILINA (pó) 1 g – VIA INTRAVENOSA DIRETA

Reconstituição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção.

     Volume: 10 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h. Refrigeração (2-8ºC): 4 h.

     Tempo de injeção: 10 minutos, lentamente.

     ATENÇÃO: a administração mais rápida pode resultar em ataques convulsivos.

 

AMPICILINA (pó) 1 g – INFUSÃO INTRAVENOSA

Reconstituição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Água Estéril para Injeção.

     Volume:10 mL.

     Estabilidade após reconstituição: temperatura ambiente (15-30°C): 1 h. Refrigeração (2-8ºC): 4 h.

 

Diluição

     Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%.

     Volume: para se obter uma concentração de até 30 mg/mL.

     Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9%: temperatura ambiente (15-30°C): 8 h. Refrigeração (2-8°C): 72 h.

     Tempo de infusão: 15 a 30 minutos.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

     doses em termos de AMPICILINA.

 

VIA INTRAMUSCULAR – DOSES

Adultos e crianças com 20 kg ou mais

     250 a 500 mg de 6 em 6 horas.

 

Crianças com menos de 20 kg

     100 a 200 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 4 doses (1 a cada 6 horas).

 

Idosos

     podem exigir doses menores em função da condição renal.

 

VIA INTRAVENOSA – DOSES

     ATENÇÃO: não utilizar a AMPICILINA benzatina por via intravenosa.

     utilizar apenas a AMPICILINA sódica.

     Não utilizar a lidocaína como diluente para uso intravenoso.

 

Adultos e crianças com 20 kg ou mais

     250 a 500 mg de 6 em 6 horas.

 

Crianças com menos de 20 kg

     150 a 500 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 4 doses (1 a cada 6 horas).

 

Adultos

     endocardite bacteriana (prevenção em pacientes que não suportam amoxicilina por via oral): 2 g, via intramuscular ou intravenosa, meia hora antes do procedimento e 1 g seis horas após a dose inicial.

 

Idosos

     podem exigir doses menores em função da condição renal.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe B.

 

Amamentação

Eliminado no leite.

 

Não usar o produto

Alergia a penicilina ou a cefalosporina.

 

Avaliar riscos x benefícios

Histórico de doença gastrintestinal, particularmente colite associada com antibiótico (pode ocorrer colite pseudomembranosa); diminuição da função renal (pode ser necessário diminuição das doses e/ou aumento do intervalo entre elas); mononucleose infecciosa (pode ocorrer erupção na pele num percentual alto de pacientes - de 43 a 100%).

 

Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)

GASTRINTESTINAL: diarreia; náusea.

 

Atenção com outros produtos

A AMPICILINA:

 

     pode ser inativada por e também pode inativar: aminoglicosídeo (se necessário usar, aplicar em locais diferentes com pelo menos 1 hora de intervalo entre eles).

     pode aumentar a toxicidade de: metotrexato.

     pode ter sua ação aumentada por: probenecida.

     pode diminuir a ação de: anticoncepcional oral.

     pode aumentar o risco de erupção cutânea com: alopurinol.

     pode ter a ação diminuída por: antagonista H2; inibidor da bomba de próton.

     pode aumentar o risco de alteração dos testes de coagulação com: anticoagulante oral.

 

Ampicilina – associações (ver orientações dos fabricantes)

     OPTACILIN – antibacteriano – Injetável IM (AMPICILINA benzatina 250 mg + AMPICILINA sódica 50 mg). Altana.

     OPTACILIN – antibacteriano – Injetável IM (AMPICILINA benzatina 500 mg + AMPICILINA sódica 100 mg). Altana.

     GONOL - suspensão oral (pó) (AMPICILINA + probenecida). Neo Química.

REMÉDIOS COM AMPICILINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Ambezetal
Amflox
Ampicilab
Ampicilase
Ampicilin
Ampicilina
Ampicinal
Ampicler
Ampigran
Ampilozin
Ampitotal
Ampitrat
Amplacilina
Amplacin
Amplitor
Amplocilin
Amplofen
Amplozim
Bacterinil
Binopen
Binotal
Bipencil
Cilinon
Combactan
Emicilin
Gonol
Medicilin
Optacilin
Praticilin
Tandrexin
Trecilina
Unasyn Injetável
Unasyn Oral

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal