Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Deflazacorte

Deflazacorte (Oral) (substância ativa)

Referência: Calcort (Sanofi–Aventis)

Genérico: assinalado com G

Similar: Deflaimmun (Sigma Pharma); Deflanil (Libbs); Denacen (Marjan); Flazcort (Cazi); Flazal (Neo Química)

 

Uso oral

Comprimido 6 mg: Calcort ; G

Comprimido 30 mg: Calcort ; G

Gotas 22,75 mg/mL (1 gota = 1 mg): Calcort 

 

O que é

anti-inflamatório [corticosteroide; glicocorticoide sintético; anti-inflamatório esteroide; imunossupressor].

 

Para que serve

artrite gotosa aguda; artrite psoriática; artrite reumatoide; asma brônquica; bursite; cardite reumática aguda; dermatite atópica; dermatite seborreica grave; doença do soro; epicondilite; espondilite anquilosante; lúpus eritematoso sistêmico; micose fungoide; osteo-artrite (artrose); pênfigo; psoríase grave; reação de hipersensibilidade a drogas; sinovite; tenossinovite.

 

Como age

deprime a formação e a atividade de mediadores endógenos da inflamação. A resposta imunológica também é modificada.

 

Como se usa

Uso oral – Doses

• doses em termos de Deflazacorte.

Adultos

6 a 90 mg por dia como dose inicial, até que haja uma resposta clínica favorável. A seguir, diminuir a dose gradativamente até alcançar a menor dose eficaz.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

não definida. (a prednisolona, que serve de Referência para os corticosteroides, tem risco C)

 

Amamentação

eliminado no leite; AMAMENTAÇÃO não é recomendada quando se usa altas doses.

 

Não usar o produto

infecção fúngica sistêmica (exceto na insuficiência suprarrenal); hipersensibilidade a corticosteroide; infecção bacteriana ou viral não controladas por agente anti-infeccioso (a não ser que haja risco de morte).

 

Avaliar riscos x Benefícios

AIDS; tuberculose pulmonar ativa ou latente (pode agravar ou reativar); paciente com infecção sistêmica não tratada ou latente (viral, bacteriana, fúngica ou parasitária); paciente com infecção ocular por herpes simplex; osteoporose (principalmente mulheres pós-menopausa); função hepática diminuída (pode afetar a eliminação da droga absorvida); insuficiência cardíaca congestiva; diabetes mellittus; paciente que sofre de ataques convulsivos, tromboembolismo, miastenia grave (principalmente se tratado com anticolinesterásico); hipertensão; hipotiroidismo (pode responder de forma exagerada); instabilidade emocional ou tendência psicótica (pode ser agravado); úlcera péptica (latente ou não), diverticulite, colite ulcerativa e anastomose intestinal recente (cirurgia intestinal) (cicatrização diminuída); glaucoma.

 

Reações que podem ocorrer (sem incidência definida):

Cardiovascular: insuficiência do coração; inchaço; pressão alta ou baixa.

Sistema nervoso central: tontura; dor de cabeça; insônia; pressão intracraniana aumentada; sensação de queda iminente; nervosismo; falso tumor cerebral; convulsão; vertigem.

Dermatológico: mancha de sangue na pele; inflamação avermelhada na face; pele fragilizada; crescimento de pelos em mulheres; aumento ou diminuição da pigmentação na pele; inflamação em volta da boca; pequenos pontos de sangramento na pele; estria; diminuição da cicatrização.

Endócrino-metabólico: ausência de menstruação; cara de lua cheia; diabetes; supressão do crescimento; aumento da glicose no sangue; diminuição do potássio no sangue; irregularidade menstrual; problema hormonal; destruição de proteínas; inchaço; retenção de água.

Gastrintestinal: distensão abdominal; aumento do apetite; soluço; indigestão; úlcera no estômago; inflamação do pâncreas; úlcera no esôfago.

Local da injeção: abscesso.

Musculoesquelético: dor nas juntas; atrofia muscular; fratura; fraqueza muscular; doença muscular; problema nos ossos; necrose óssea.

Oftálmico: catarata (principalmente em criança); aumento da pressão do olho; aumento da pressão intraocular.

Outros: reação alérgica grave; suores; hipersensibilidade.

 

Atenção com outros produtos.

O deflazacorte

•pode agravar a queda de potássio no sangue com: anfotericina B (injetável); inibidor da anidrase carbônica.

•pode ter sua ação diminuída por: antiácido; efedrina; indutor das enzimas hepáticas.

•pode aumentar os níveis de glicose, podendo exigir acertos de doses de: antidiabético oral; insulina.

•pode aumentar o risco de arritmias e toxicidade digitálica com: digitálico.

•pode diminuir a ação de: diurético; salicilato.

•pode aumentar o risco de edemas e aumento da pressão sanguínea com: medicamento ou alimento contendo sal.

•pode (se usado por longo prazo) diminuir a ação de crescimento de: somatrem; somatropina.

•pode aumentar o risco de reações adversas de: vacina de vírus vivos ou outra imunização.

•pode ter seu metabolismo alterado por: mitotano.

•pode dificultar a ação de: suplemento de potássio.

•pode provocar edema pulmonar em gestantes com: ritodrina.

 

Outras considerações importantes:

•não ingerir bebida alcoólica.

•não interromper o tratamento sem orientação médica.

•evitar imunizacões (vacinas) enquanto sob o uso do produto.

•checar periodicamente: altura; peso; sangue (função hematopoiética, eletrolítos, tolerância à glicose); pressão ocular e do sangue; função da suprarrenal (em casos de uso prolongado ou de doses altas); perda óssea; sangue oculto nas fezes; glicose no sangue e urina.

REMÉDIOS COM DEFLAZACORTE EM SUA COMPOSIÇÃO

Deflazacorte

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal