FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Anfotericina B COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO

ANFOTERICINA B (COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO) (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Marca comercial

AMPHOCIL (Zodiac)

Genérico

Não

 

Uso injetável

Injetável (pó) 50 mg

AMPHOCIL

 

Injetável (pó) 100 mg

AMPHOCIL

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

 

O que é

Antifúngico; antiprotozoário [Streptomyces nodosus (derivado); polieno]

 

Para que serve

Aspergilose (pacientes que não podem receber a anfotericina B convencional devido a diminuição da função renal ou a reações tóxicas) (pacientes em que a anfotericina B convencional falhou).

 

Como age

Na parede celular do fungo liga-se a esteróis e altera a permeabilidade da parede celular (os componentes intracelulares extravazam).

 

Como se usa

USO INJETÁVEL

 

ANFOTERICINA B complexo com colesteril sulfato (pó) equivalente a anfotericina B 50 mg - INFUSÃO INTRAVENOSA

Reconstituição

     Diluente: Água Estéril para Injeção.

     Volume: 10 mL.

     ATENÇÃO: reconstituir somente com Água Estéril para Injeção, pois outros diluentes podem provocar a precipitação do produto.

     Estabilidade após reconstituição: refrigeração (2°-8°C): 24 horas, protegido da luz.

 

Diluição

     Diluente: Glicose 5%.

     Volume: para se obter uma concentração de aproximadamente 0,6 mg/mL.

     ATENÇÃO: utilizar apenas Glicose 5%. Soluções contendo cloreto de sódio, eletrólitos ou agentes bacteriostáticos podem causar a precipitação do produto.

     Estabilidade após diluição com Glicose 5%: refrigeração (2-8°C): 24 horas

     Velocidade de infusão: 1 mg/kg de peso corporal por hora. Administrar em no mínimo 2 horas.

     ATENÇÃO: não utilizar filtro de linha. Se necessário, lavar o cateter com Glicose 5% antes da infusão.

 

INFUSÃO INTRAVENOSA

ANFOTERICINA B complexo com colesteril sulfato (pó) equivalente a anfotericina B 100 mg

Reconstituição

     Diluente: Água Estéril para Injeção.

     Volume: 20 mL.

     ATENÇÃO: reconstituir somente com Água Estéril para Injeção, pois outros diluentes podem provocar a precipitação do produto.

     Estabilidade após reconstituição: refrigeração (2°-8°C): 24 horas, protegido da luz.

 

Diluição

     Diluente: Glicose 5%.

     Volume: para se obter uma concentração de aproximadamente 0,6 mg/mL.

     ATENÇÃO: utilizar apenas Glicose 5%. Soluções contendo cloreto de sódio, eletrólitos ou agentes bacteriostáticos podem causar a precipitação do produto.

     Estabilidade após diluição com Glicose 5%: refrigeração (2-8°C): 24 horas

     Velocidade de infusão: 1 mg/kg de peso corporal por hora. Administrar em no mínimo 2 horas.

     ATENÇÃO: não utilizar filtro de linha. Se necessário, lavar o cateter com Glicose 5% antes da infusão.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

     doses em termos de anfotericina B.

 

Adultos e crianças

     dose de teste: 10 mL de uma solução contendo 1,6 a 8,3 mg de anfotericina B durante 15 a 30 minutos. Observar o paciente por 30 minutos, se a dose for bem tolerada, o tempo de infusão pode ser reduzido para o mínimo de 2 horas.

     aspergilose – 3 a 4 mg/kg de peso por dia.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe B.

 

Amamentação

Não se sabe se é eliminado no leite; pelo risco potencial de efeitos adversos na criança, não amamentar.

 

Não usar o produto

Hipersensibilidade ao produto.

 

Avaliar riscos x benefícios

Função renal diminuída ou uso concomitante de outro medicamento nefrotóxico; paciente que esteja recebendo transfusão de leucócitos (a infusão com anfotericina B deve ser dada o mais longe possível da transfusão citada).

 

Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)

CARDIOVASCULAR: aumento dos batimentos do coração.

GASTRINTESTINAL: náusea; vômito.

METABÓLICO: diminuição de potássio no sangue.

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: febre.

OUTROS: calafrios.

 

Atenção com outros produtos

A anfotericina B:

 

     pode aumentar a ação de: bloqueador neuromuscular; digitálico.

     pode sofrer ou provocar aumento das reações adversas com: ciclosporina; corticosteroide; diurético espoliador de potássio; outro medicamento nefrotóxico (ver Apêndice).

     pode aumentar a chance de anemia com: depressor da medula óssea; radioterapia.

     pode causar grave diminuição de potássio no sangue com: inibidor da anidrase carbônica; corticotrofina; corticosteroide; digitálico; agente bloqueador neuromuscular.

     pode causar aumento de efeitos nefrotóxicos com: diurético poupador de potássio; medicamento nefrotóxico (ver Apêndice).

     pode ter a ação diminuída por: imidazol (fluconazol, cetoconazol).

 

Outras considerações importantes

     não usar o produto para tratar formas comuns de doença fúngica.

     para minorar as reações adversas ocasionadas pelo produto, administrar anti-histamínicos e antieméticos, ácido acetilsalicílico e antipiréticos (paracetamol).

     a administração das doses iniciais deve ser feita sob observação clínica cuidadosa, pois as reações agudas (febre, calafrios, náusea, vomito, cefaleia, dispneia e taquipneia) ocorrem geralmente 1 a 3 horas após o início da infusão IV.

     as funções renal, hepática e hematológica devem ser monitoradas.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal