FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Maraviroque

Maraviroque (Oral) (substância ativa)

Referência: Celsentri (Glaxo)

Genérico: não

 

Uso oral

Comprimido 150 mg: Celsentri

Comprimido 300 mg: Celsentri

 

O que é

antiviral; antirretroviral [antagonista do CCR5].

 

Para que serve

infecção pelo HIV-1 (em combinação com outros produtos).

 

Como age

bloqueia a interação entre o CCR5 e a glicoproteína 120 do HIV-1, prevenindo a entrada do vírus HIV-1 CCR5-trópico nas células.

 

Como se usa

Uso oral – Doses

•doses em termos de Maraviroque.

•administrar com ou sem alimento.

•os testes de tropismo e de resistência e o histórico do paciente devem direcionar o uso de Maraviroque.

•o Maraviroque deve ser utilizado apenas em pacientes infectados com HIV-1 CCR5-trópico. O uso não é recomendado em pacientes com HIV-1CXCR4-trópicos ou com tropismo duplo/misto.

•a dose deve ser determinada levando em consideração se o paciente está recebendo concomitantemente drogas que afetam o metabolismo hepático ou o sistema de transporte da glicoproteína-P.

Adultos e adolescentes a partir de 16 anos

 

 

Paciente com diminuição da função dos rins ou do fígado: doses não estabelecidas. Utilizar com cautela, pois pode ocorrer aumento do risco de eventos adversos.

Idosos: doses não estabelecidas. Utilizar com cautela devido à maior possibilidade de diminuição da função dos rins e do fígado.

Crianças: segurança e eficácia não estabelecidas em pacientes menores de 16 anos.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe B

 

Amamentação

não se sabe se é eliminado no leite (pelo risco de transmissão do vírus, AMAMENTAÇÃO não é recomendada em mães HIV-positivo).

 

Não usar o produto

hipersensibilidade ao Maraviroque; paciente menor de 16 anos.

 

Avaliar riscos x Benefícios

distúrbio cardiovascular, incluindo hipotensão postural; diminuição da função dos rins; diminuição da função do fígado.

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

Dermatológico: erupção na pele.

Respiratório: tosse; infecção do trato respiratório superior.

Outros: febre; tontura.

 

Atenção com outros produtos

O maraviroque

•pode ter a concentração aumentada por: inibidor do CYP3A4 (inibidores da protease, exceto tipranavir/ritonavir); delavirdina; cetoconazol; itraconazol; claritromicina; nefazodona; telitromicina.

•pode ter a concentração diminuída por: indutor do CYP3A4 (ex.: carbamazepina, efavirenz, fenitoína, rifampicina); rifabutina; Erva de São João.

•pode ter a ação aumentada por: enfuvirtida.

 

Outras considerações importantes:

•durante o tratamento o paciente tem o risco aumentado de desenvolver infecção ou de apresentar resposta inflamatória a infecção oportunista residual, portanto deve ser monitorado e quando necessário, tratamento adequado deve ser iniciado.

•o teste de tropismo deve ser realizado para o uso adequado do medicamento. Esse teste também é recomendado quando há falha virológica.

•este medicamento não reduz o risco de transmissão do HIV-1.

•suspender o produto e procurar atendimento se forem observados sinais de hipersensibilidade ou toxicidade no fígado, como: erupção na pele, pele e olhos amarelados, urina escura, vômito ou dor abdominal.

•cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

REMÉDIOS COM MARAVIROQUE EM SUA COMPOSIÇÃO

Celsentri

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal