FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Lamivudina

Lamivudina (Oral) (substância ativa)

Referência: Epivir (GlaxoSmithKline); Lamivudina (Lafepe)

Genérico: não

Similar: Vudirax (Blausiegel)

 

Uso oral

Comprimido 150 mg: Epivir

Solução oral 10 mg/mL: Epivir

 

O que é

antiviral; antirretroviral [inibidor da transcriptase reversa (nucleosídeo); 3TC].

 

Para que serve

imunodeficiência progressiva por HIV (contagem de células CD4 igual ou menor que 500 células por mm3) [tratamento da AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida)].

O tratamento é feito em combinação com a zidovudina nos seguintes pacientes: adultos que não tenham recebido terapia antirretroviral prévia; adultos tratados anteriormente com zidovudina; crianças (a partir dos 3 meses de idade) que não receberam terapia prévia ou que foram tratadas anteriormente com a zidovudina.

 

Como age

estudos in vitro demonstram que a Lamivudina é transformada intracelularmente em seu metabólito ativo, na forma de 5’-trifosfato.Incorpora no DNA do HIV; pela inibição da transcriptase reversa, impede que a cadeia viral de DNA se multiplique.

 

Como se usa

Uso oral – Doses

• doses em termos de Lamivudina.

Adultos e Adolescentes

150 mg, 2 vezes por dia, em combinação com 600 mg de zidovudina por dia, que podem ser divididos em 2 ou 3 doses.

Pacientes com diminuição da função renal

 

 

Atenção: não há dados para se recomendar as doses de Lamivudina em pacientes submetidos a diálise.

Pacientes com diminuição da função do fígado: não há necessidade de ajustes de doses, uma vez que a Lamivudina é excretada quase exclusivamente pelos rins.

Crianças entre 3 meses e 12 anos de idade

4 mg por kg de peso (não ultrapassar 150 mg por dose), 2 vezes por dia, em combinação com 360 a 720 mg de zidovudina por m2 de superfície corporal por dia, que podem ser divididos em 4 doses.

Atenção: não ultrapassar 200 mg de zidovudina a cada 6 horas.

Crianças com menos de 3 meses de idade: eficácia e segurança não estabelecidas.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe C

 

Amamentação

não se sabe se é eliminado no leite; mas amamentação não é recomendada em mães HIV-positivo, pelo risco de transmissão do vírus.

 

Não usar o produto

insuficiência hepática moderada a grave; criança menor de 3 meses de idade.

 

Avaliar riscos x Benefícios

acidose láctica fatal; hepatomegalia grave com esteatose; paciente com fatores de risco conhecidos para doença hepática; insuficiência hepática (ajustar a dose); redistribuição ou acúmulo da gordura corporal.

 

Reações mais comuns (sem incidência definida):

Sistema nervoso central: tontura, fadiga, febre, dor de cabeça, insônia e outros distúrbios do sono, mal-estar, problema nos nervos.

Rinofaringe: sintomas nasais.

Gastrintestinal: falta de apetite, diarreia, náusea, vômito.

Musculoesquelético: dor musculoesquelética.

Respiratório: tosse.

Outros: calafrio.

 

Atenção com outros produtos

A Lamivudina

•não deve ser associada com: a Lamivudina em apresentação associada à zidovudina; zalcitabina.

 

Outras considerações importantes

•consulte todas as informações também da zidovudina.

•considerar a possibilidade de pancreatite toda a vez que o paciente se queixar de dor na barriga, náuseas e vômitos, ou apresentar alterações laboratoriais compatíveis. Não se sabe se a pancreatite se deve ao tratamento ou à infecção pelo HIV. Deve-se suspender o uso da Lamivudina até que seja excluída a possibilidade de pancreatite.

•pacientes diabéticos devem observar a quantidade de sacarose existente nas soluções de Lamivudina.

•soluções de Lamivudina contendo álcool podem precipitar reações adversas se utilizadas com dissulfiram, metronidazol ou outros produtos que possam reagir com o álcool.

•a Lamivudina deve ser utilizada com cautela em pacientes com cirrose avançada do fígado devido à infecção crônica pelo HIV (pode haver hepatite de rebote após o tratamento).

•a Lamivudina deve ser utilizada com cautela em pacientes que apresentaram hipersensibilidade ou outras complicações durante o uso de zidovudina, didanosina ou zalcitabina.

•pacientes com queda moderada ou grave de neutrófilos ou plaquetas devem ser mantidos sob rigoroso acompanhamento clínico.

•checar periodicamente: transaminases; amilase, lipase e triglicérides (pelo risco de pancreatite); ureia e creatinina (em pacientes com diminuição da função renal).

 

Lamivudina – Associações (ver orientações do fabricante)

Biovir – antirretroviral – infecção por HIV – comprimido (Lamivudina 150 mg + zidovudina 300 mg). GlaxoSmithKline.

REMÉDIOS COM LAMIVUDINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Biovir
Epivir
Epivir Solucao
Kivexa
Lami
Lamiden
Lamivudina
Triovir
Vudirax
Zeffix
Zidovudina + Lamivudina

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal