FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Lincomicina

Lincomicina

(Oral; Injetável) (substância ativa)

Referência: Frademicina (Pfizer)

Genérico: assinalado com G

Similar: Linatron (Ariston); Lincoplax (Royton); Neo Linco (Neo Química)

 

cloridrato de lincomicina equivalente a lincomicina 

Uso oral

Cápsula 500 mg: Frademicina Uso Injetável

Injetável (solução) 300 mg/1 mL: Frademicina Pediátrica; G

Injetável (solução) 600 mg/2 mL: Frademicina; G

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C). Não congelar.

 

O que é

antibacteriano [Lincomicina].

 

Para que serve

infecção grave (por estreptococo, estafilococo ou pneumococo).

 

Como age

atua nos ribossomos das bactérias inibindo a síntese de proteínas. É bacteriostático (em altas doses pode ser bactericida). Absorção: gastrintestinal rápida (20 a 30%); alimentos diminuem a absorção. Biotransformação: no fígado; metabólitos não bem identificados. Eliminação: urina (após via oral, intravenosa ou intramuscular); fezes (após via oral).

 

Como se usa

Uso oral – Doses

•doses em termos de Lincomicina.

•1 hora antes ou 2 horas depois de refeição.

•não tomar antiácidos simultaneamente. Fazê-lo 1 hora antes ou 2 horas depois da ingestão do medicamento.

Adultos

500 mg, 3 ou 4 vezes por dia.

Crianças acima de 1 mês de idade

30 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 3 ou 4 tomadas; nos casos graves aumentar a dose até 60 mg por kg de peso corporal por dia, divididos em 3 ou 4 tomadas.

Crianças com menos de 1 mês de idade: uso não recomendado.

 

Uso injetável – Preparação

Lincomicina (solução) 300 mg/1 mL – Via intramuscular

Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa. Variar a região, a injeção é dolorida.

 

Lincomicina (solução) 300 mg/1 mL – Infusão intravenosa

Diluição

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%. Volume: 125 mL para 1 g de Lincomicina (infusão em 1 hora); 200 mL para 2 g de Lincomicina (infusão em 2 horas); 300 mL para 3 g de Lincomicina (infusão em 3 horas); 400 mL para 4 g de Lincomicina (infusão em 4 horas).

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%

temperatura ambiente (15-30°C): 24 h.

 

Lincomicina (solução) 600 mg/2 mL – Via intramuscular

Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa. Variar a região, a injeção é dolorida.

 

Lincomicina (solução) 600 mg/2 mL – Infusão intravenosa

Diluição

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%. Volume: 125 mL para 1 g de Lincomicina (infusão em 1 hora); 200 mL para 2 g de Lincomicina (infusão em 2 horas); 300 mL para 3 g de Lincomicina (infusão em 3 horas); 400 mL para 4 g de Lincomicina (infusão em 4 horas)

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%

temperatura ambiente (15-30°C): 24 h.

 

Uso injetável – Doses

• doses em termos de Lincomicina.

Adultos

via intramuscular: 600 mg cada 12 a 24 horas.

via intravenosa: 600 mg a 1 g cada 8 a 12 horas.

Crianças acima de 1 mês de idade

via intramuscular: 10 mg por kg de peso corporal cada 12 a 24 horas.

via intravenosa: 10 a 20 mg por kg de peso por dia, divididos em doses a cada 8 ou 12 horas.

Crianças com menos de 1 mês de idade: uso não recomendado.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe C

 

Amamentação

eliminado no leite materno; não amamentar.

 

Não usar o produto

alergia a Lincomicina ou clindamicina; criança com menos de 1 mês de idade (segurança e eficácia não foram estabelecidas).

 

Avaliar riscos x Benefícios

histórico de doença gastrintestinal, especialmente em idoso (a Lincomicina pode causar colite pseudomembranosa); diminuição da função renal e/ou hepática (pode ser necessário reduzir a dose).

 

Reações que podem ocorrer (sem incidência definida)

Gastrintestinal: cólica abdominal; colite pseudomembranosa (diarreia grave com placas de muco); diarreia; náusea; vômito.

Dermatológico: erupção na pele.

Outros: sangramento; reação de hipersensibilidade.

 

Atenção com outros produtos

A Lincomicina

•pode ter sua ação diminuída por: caolim; atapulgita.

•pode ser antagonizada por: eritromicina; cloranfenicol.

•pode aumentar a ação de: bloqueador neuromuscular; anestésico de inalação hidrocarbonado.

 

Outras considerações importantes

•se ocorrer diarreia grave não tratar a mesma por conta própria e muito menos com produtos que reduzam a mobilidade intestinal (como antiespasmódicos e narcóticos). Pode estar ocorrendo colite pseudomembranosa; avisar imediatamente o médico.

REMÉDIOS COM LINCOMICINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Liconflan
Linatron
Lincoflan
Lincomicina
Lincomiral
Lincomyn
Linco-plus
Macrolin

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal