FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Vacina Contra Caxumba Rubéola e Sarampo

Vacina Contra Caxumba, Rubéola e Sarampo (Injetável)

Marcas comerciais: Trimovax (Sanofi-Pasteur); Vacina Combinada Contra Sarampo, Caxumba e Rubéola (GlaxoSmithKline); Vacina Contra Sarampo, Caxumba e Rubéola (Sanofi-Aventis); Vacina Contra Sarampo Caxumba E Rubéola (Merck Sharp)

 

Uso injetável

Injetável (pó): MMR II; Trimovax

 

Armazenagem antes de aberto

Sob refrigeração (2-8°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

Aparência do pó: amarelo a vermelho-púrpura,podendo ter a superfície enrugada.

 

O que é

vacina viva contra caxumba, rubéola e sarampo.

 

Para que serve

caxumba, rubéola e sarampo (prevenção).

 

Como age

induz a formação de anticorpos contra os vírus da caxumba, rubéola e sarampo.

 

Como se usa

Uso injetável – Preparação

•pacientes alérgicos, principalmente a ovos ou antibióticos e que apresentaram reações a outras imunizações, devem ser submetidos previamente a um teste cutâneo para conhecer a sensibilidade a essa vacina.

•não injetar por via intravenosa ou intradérmica. Administrar por via subcutânea ou intramuscular.

Vacina Contra Caxumba, Rubéola e Sarampo – Via subcutânea

Reconstituição

Diluente: acompanha o produto. Volume: 0,5 mL. Aspecto: limpo e transparente.

Aparência da solução reconstituída: amarelo claro a vermelho-púrpura límpido (Trimovax).

Estabilidade após reconstituição com diluente que acompanha o produto

refrigeração (2-8ºC): 8 horas; proteger da luz. Usar imediatamente (Trimovax).

Administração: parte superior do braço.

 

Uso injetável – Doses

Adultos

injetar 0,5 mL.

Crianças com 12 meses de idade ou mais

injetar 0,5 mL.

Crianças com menos de 12 meses: uso não recomendado.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe C

 

Amamentação

não se sabe se é eliminado no leite; não são esperados problemas.

 

Não usar o produto

hipersensibilidade aos componentes da vacina, incluindo gelatina, neomicina; alergia às proteínas do ovo; injeção recente de imunoglobulinas; doença aguda ou crônica em evolução; imunodeficiência primária ou adquirida; AIDS; discrasia sanguínea; leucemia; linfoma ou qualquer tipo de neoplasma maligno que afete a medula óssea ou o sistema linfático; tratamento com imunossupressor (corticotropina, corticosteroide em doses imunossupressoras, agente alquilante, radioterapia); doença respiratória febril ou outra infecção febril; tuberculose ativa, não tratada (a vacinação deve ser adiada até que o tratamento seja iniciado); criança com menos de 12 meses (segurança e eficácia não estabelecidas); gravidez; pacientes com leucemia em remissão (esperar pelo menos 3 meses após a última quimioterapia); doença grave; injeção recente de imunoglobulinas; doenca aguda ou crônica em evolução.

 

Avaliar riscos x Benefícios

reação alérgica à ingestão de ovo; púrpura trombocitopênica ou trombocitopenia (podem ser agravadas).

 

Reações que podem ocorrer (sem incidência definida)

Gastrintestinal: falta de apetite; náusea.

Imunológico: gânglios linfáticos.

Local: dor no local da injeção; sensação de queimação ou de agulhadas no local da injeção; vermelhidão, inchaço ou sensibilidade no local da injeção; enduração, coceira.

Musculoesquelético: dor nas juntas; inflamação nas juntas.

Sistema nervoso central: convulsão febril (em crianças); dor de cabeça; parestesia (sensação anormal de formigamento, ferroadas ou queimação ao toque).

Outros: choque anafilático; febre e/ou erupção na pele (entre o 5° e o 12° dias após a vacinação); mal-estar; dor de cabeça; sintomas de rinofaringite; parotidite uni ou bilateral, acompanhada ou não de febre.

 

Atenção com outros produtos

A Vacina Contra Caxumba, Rubéola e Sarampo

•pode causar aumento de reações adversas com: agente imunossupressor; radioterapia.

•pode sofrer diminuição de sua ação com: agente imunossupressor; radioterapia.

•pode sofrer alteração em sua resposta com: imunoglobulinas ou hemoderivados (respeitar intervalo de 6 semanas a 3 meses).

 

Outras considerações importantes

•usar paracetamol para aliviar as dores e desconfortos provocados pela vacina.

•essa vacina só deve ser aplicada com intervalo de 1 mês (antes ou depois) da aplicação de outras vacinas, com exceção da vacina oral contra poliomielite (monovalente ou trivalente), que pode ser aplicada simultaneamente.

•a vacina pode não imunizar pessoas que tiveram contato com caxumba, rubéola ou sarampo alguns dias antes da vacinação.

•mulheres que estejam planejando engravidar, só devem fazê-lo no mínimo 3 meses após terem sido imunizadas. Usar anticoncepcionais eficazes nesse período.

•a eficácia da vacina pode ser reduzida em pacientes imunocomprometidos.

•pacientes com leucemia em remissão devem esperar pelo menos 3 meses após a última quimioterapia para receber a vacina.

•crianças com história de epilepsia, convulsões febris ou não ou outras doenças neurológicas devem ser rigorosamente observadas após a administração da vacina.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal