FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Imipramina

Imipramina (Oral) (substância ativa)

Referência: Tofranil (Novartis); Tofranil Pamoato (Novartis)

Genérico: não

Similar: Depramina (Teuto); Mepramin (UCI); Praminan (Cazi); Uni Imiprax (União Química)

 

cloridrato de imipramina

Uso oral

Drágea 10 mg: Tofranil

Drágea 25 mg: Tofranil

 

pamoato de imipramina equivalente a cloridrato de imipramina 

Uso oral

Cápsula 75 mg: Tofranil Pamoato

Cápsula 150 mg: Tofranil Pamoato

 

O que é

antidepressivo [inibidor da recaptação da norepinefrina]; antidepressivo tricíclico].

 

Para que serve

depressão mental; dor crônica; enurese; incontinência urinária; síndrome do pânico.

 

Como age

aumenta as concentrações sinápticas de norepinefrina e/ou seroto- nina no sistema nervoso central; a longo prazo parece haver também maior resposta aos estímulos adrenérgicos e serotoninérgicos. Apresenta efeitos anticolinérgicos e sedativos moderados. Absorção: gastrintestinal, boa e rápida. Biotransformação: no fígado. Início da ação: 2 a 3 semanas. Eliminação: urina (como metabólito).

 

Como se usa

cloridrato de Imipramina

Uso oral – Doses

•doses em termos de cloridrato de Imipramina.

•com alimento, para reduzir irritação gastrintestinal.

Adultos

depressão mental: iniciar com 25 a 50 mg, 3 ou 4 vezes por dia;

ajustar a dose de acordo com a resposta clínica.

síndrome do pânico: iniciar com 10 mg, em dose única diária (geralmente associado a um benzodiazepínico); ajustar a dose de acordo com a resposta clínica, descontinuando gradualmente o benzodiazepínico. O tratamento requer pelo menos 6 meses (durante o período de manutenção tenta-sereduzir progressivamente a dose).

dor crônica: 25 a 75 mg por dia, em doses divididas. incontinência urinária: 10 a 50 mg por dia; ajustar a dose de acordo com a resposta clínica até um máximo de 150 mg por dia.

Limite de dose para adultos: pacientes em casa: 200 mg por dia; pacientes hospitalizados: 300 mg por dia; idosos: 100 mg por dia.

Idosos: depressão mental - iniciar com 10 mg por dia e ir au- mentando gradualmente a dose até atingir 30 a 50 mg por dia (em doses divididas) em um prazo de 10 dias.

Crianças

enurese

5 a 8 anos: 20 a 30 mg por dia. 9 a 12 anos: 25 a 50 mg por dia.

mais de 12 anos: 25 a 75 mg por dia.

O medicamento deverá ser tomado em dose única após o jantar. Para crianças que molham a cama no início da noite, parte da dose deverá ser antecipada para as 4 horas da tarde. O tratamento deve ser mantido durante 1 a 3 meses, com as doses diárias sendo lentamente reduzidas.

depressão: iniciar com 10 mg por dia e ir aumentando durante 10 dias, até atingir as doses abaixo:

5 a 8 anos: 20 mg por dia.

9 a 14 anos: 25 a 50 mg por dia. mais de 14 anos: 50 a 80 mg por dia.

pamoato de Imipramina equivalente a cloridrato de Imipramina

 

Uso oral – Doses

•doses em termos de cloridrato de Imipramina.

•com alimento, para reduzir irritação gastrintestinal

•apenas quando se utilizam 75 mg ou mais por dia

•o pamotao de Imipramina pode ser administrado uma só vez por dia.

Adultos

depressão mental: iniciar com 75 mg à noite (na hora de dormir); ajustar a dose de acordo com a resposta clínica. Dose ótima geralmente é de 150 mg, na hora de dormir.

Limite de dose para adulto: pacientes em casa: 200 mg por dia; pacientes hospitalizados: 300 mg por dia.

Crianças: não usar a Imipramina pamoato.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe D

 

Amamentação

eliminado no leite; não amamentar.

 

Não usar o produto

durante o período de recuperação aguda após infarto do miocárdio; paciente em tratamento com IMAO (inibidor da monoamina-oxidase,incluindo furazolidona, procarbazina e selegilina) (aguardar pelo menos 14 dias de intervalo entre antidepressivo tricíclico e IMAO).

 

Avaliar riscos x Benefícios

alcoolismo ativo (depressão do sistema nervoso central pode ser potencializada); asma (pode agravar); aumento da pressão intraocular (pode agravar); diminuição da função do fígado (metabolismo pode alterar); diminuição da função renal (excreção pode alterar); doença bipolar (maníaco-depressiva) (pode acelerar alternância de fases); doença cardiovascular (risco de arritmias, bloqueio cardíaco, insuficiência cardíaca; infarto ou acidente vascular cerebral); doença gastrintestinal (risco de íleo paralítico); doença convulsiva (limiar para convulsões pode diminuir); esquizofrenia (pode agravar a psicose); glaucoma de ângulo fechado (pode agravar); hipertireoidismo (risco de toxicidade cardiovascular); hipertrofia prostática (risco de retenção urinária); problema no sangue (pode agravar); retenção urinária (pode agravar); sensibilidade a antidepressivo tricíclico, carbamazepina, maprotilina ou trazodona (pode haver reação cruzada de sensibilidade).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

Sistema nervoso central: cansaço; fraqueza; sedação.

Cardiovascular: queda de pressão ao se levantar.

Outros: efeitos anticolinérgicos (boca seca, visão borrada, constipação intestinal).

Crianças com enurese: nervosismo; alterações do sono; cansaço; distúrbios gastrintestinais leves.

 

Atenção ao utilizar outros produtos

A Imipramina

•pode aumentar o risco de depressão do sistema nervoso central com: álcool; outro depressor do sistema nervoso central (ver Apêndice); barbiturato.

•pode ter seus níveis aumentados com: cimetidina; fluoxetina; fluvoxamina; paroxetina; sertralina.

•pode reverter a ação e causar hipertensão grave com: clonidina. Não associar.

•pode aumentar o efeito hipertensor com: epinefrina; norepinefrina.

•pode causar crise de hiperpirexia, convulsões graves e morte com: IMAO (inibidor da monoamina-oxidase). Respeitar um intervalo mínimo de 14 dias entre os produtos.

•pode aumentar o risco de arritmias muito graves com: quinolona.

 

Outras considerações importantes

•não ingerir bebida alcoólica.

•cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

•pacientes com tendência suicida não devem ter acesso a grandes quantidades do medicamento e devem iniciar tratamento preferencial em hospital.

•para a secura da boca, mascar chicletes ou gomas sem açúcar.

•não suspender a medicação sem avisar o médico; pode ser necessário retirada gradual.

•cuidado com cirurgias, inclusive procedimentos odontológicos de emergência; se possível descontinuar o uso do produto dias antes de procedimentos cirúrgicos.

•levantar devagar, quando estiver sentado ou deitado. Evitar mudanças bruscas de posição.

•evitar exposição ao sol e aos raios ultravioleta; evitar bronzeamento artificial. Usar roupas que protejam bem a pele, além de cremes protetores.

•ingerir alimentos ricos em fibras e ingerir grande quantidade de líquidos.

•os efeitos desse medicamento permanecem durante aproximadamente 7 dias, mesmo após a descontinuação do produto.

REMÉDIOS COM IMIPRAMINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Depramina
Imipramina
Mepramin

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal