FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Nalbufina

Nalbufina (Injetável) (substância ativa)

Referência: Nubain (Cristália)

Genérico: não

 

cloridrato de nalbufina

Uso injetável

Injetável (solução) 10 mg/1 mL: Nubain

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C). Não congelar.

Proteção à luz: sim, necessária.

 

O que é

analgésico opioide [fenantreno (derivado)].

 

Para que serve

dor (moderada a grave).

 

Como age

liga-se a receptores opioides. Tem ações agonista (estimulante) e antagonista narcóticas. A potência analgésica equivale em mg à da morfina.

 

Como se usa

Uso injetável – Preparação

Nalbufina (solução) 10 mg/1 mL – Via Subcutânea

Estabilidade após aberto

Uso imediato. Descartar sobras.

 

Nalbufina (solução) 10 mg/1 mL – Via intramuscular

Estabilidade após aberto

Uso imediato. Descartar sobras.

Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.

 

Nalbufina (solução) 10 mg/1 mL – Via intravenosa direta

Estabilidade após aberto

Uso imediato. Descartar sobras.

Tempo de injeção: lentamente, 10 a 15 minutos.

 

Uso injetável – Doses

• doses em termos de cloridrato de Nalbufina.

Adultos

10 mg a cada 3 a 6 horas, enquanto necessário.

Limite de dose para adultos: 160 mg por dia, ou 20 mg por dose.

como complemento da anestesia: dose inicial de 0,3 a 3 mg por kg de peso, via intravenosa, num período de 10 a 15 minutos. Dose de manutenção de 0,25 a 0,5 mg por kg de peso corporal, conforme a necessidade.

Idosos ou paciente debilitado: devem receber doses menores do produto.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe B

 

Amamentação

eliminado no leite em pequenas concentrações; não amamentar.

 

Não usar o produto

hipersensibilidade ao produto ou outro opioide; menos de 18 anos (segurança e eficácia não estabelecidas).

 

Avaliar riscos X Benefícios

diminuição da função hepática (reduzir a dose); diminuição da função renal (reduzir a dose); diminuição da função respiratóra causada por outro medicamento, uremia, asma brônquica, infecção grave, cianose ou obstrução respiratória (reduzir doses); paciente com infarto do miocárdio apresentando náusea e vômito; cirurgia do trato biliar (a Nalbufina pode causar espasmo do Esfíncter de Oddi); uso crônico de agonista de opioide (Nalbufina não suprime síndrome de abstinência e altas doses podem precipitar os sintomas).

extrema cautela: lesão na cabeça, lesão intracranianas ou pressão intracraniana aumentada (a buprenorfina pode elevar a pressão cefalorraquidiana).

 

Reações mais comuns (ocorrem em pelo menos 10% dos pacientes)

Sistema nervoso central: dor de cabeça; tontura; vertigem; sedação.

 

Atenção com outros produtos

A Nalbufina

•pode aumentar o risco de hábito e de depressão do sistema nervoso central com: álcool; outro depressor do sistema nervoso central.

•pode ter sua ação diminuída por: buprenorfina.

•pode apresentar reações graves (até fatais) se utilizado com:

IMAO (inibidor da monoamina-oxidase, incluindo furazolidona, pargilina, procarbazina e selegilina).

•pode ter seus efeitos antagonizados por: naloxona; naltrexona.

•pode causar depressão respiratória aditiva com: buprenorfina.

•pode causar precipitação de sintomas de abstinência em pacientes fisicamente dependentes de opiódes com: naltrexona.

•pode causar depressão respiratória aumentada e prolongada e/ou colapso circulatório com: naltrexona.

 

Outras considerações importantes

•não ingerir bebida alcoólica.

•cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

•durante e após a aplicação do produto manter o paciente deitado por alguns minutos, para evitar tonturas em decorrência de queda de pressão arterial.

•se o produto for usado como auxiliar da anestesia, em pacientes submetidos a cirurgia, estimular os mesmos a tossir, a mudar constantemente de posição na cama e a fazer inspirações profundas para evitar problemas pulmonares.

•não interromper bruscamente o uso do produto quando ele estiver sendo usado durante muito tempo ou em doses elevadas.

•produto pode causar constipação intestinal. Adotar dieta rica em fibras.

•procurar esvaziar a bexiga a cada 4 horas, para evitar a retenção urinária.

REMÉDIOS COM NALBUFINA EM SUA COMPOSIÇÃO

Nubain

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal